Cerca de 50 entidades da Capital fazem parte do desfile

Entidades tradicionais de Campo Grande estão escaladas para trazer cor, música e vida para as ruas da Capital no tradicional desfile cívico, que acontece na segunda-feira em celebração aos 120 anos da Morena que abriga em si instituições como o Cotolengo Sul-Mato-Grossense; Escola de Desenvolvimento Especial Juliano Fernandes Varela; Banda Municipal Maestro Ulisses Conceição; Projeto Som & Vida; Subsecretaria Municipal de Políticas para Mulher e a Liga das Entidades Carnavalescas De Campo Grande (Lienca), entre outros 48 nomes (totalizando 54) que compõem o evento do dia 26.

“O campo-grandense tem, ao menos, uma recordação do desfile cívico, seja da fanfarra, seja do antigo centro da cidade, ou até mesmo da marcha dos militares. É a hora de celebrar esta história tão bonita que só a nossa Capital tem”, destaca a secretária de Cultura e Turismo, Melissa Tamaciro.

Com uma expectativa de que o desfile tenha um público superior a 30 mil pessoas, o evento será realizado na Rua 13 de Maio, entre a Avenida Mato Grosso e Rua 7 de Setembro, a partir das 8 horas. “A importância da Juliano Varela figurar no desfile é muito grande, pois somos a única instituição de MS especializada em síndrome de Down, agora com atendimento para o autista e crianças com micro cefalia de 0 a 6 anos. Somos parte da história da cidade, da história do nosso Estado, então é uma fatia especial da nossa cidade que precisa ser representada”, explica Elvis Martins, em nome da instituição Juliano Varela.

“Ter uma instituição assim na cidade e no Estado, com a grande história – que já são mais de 25 anos trabalhando nesse setor e com essas deficiências intelectuais – é de grande importãncia porque mostra que nós temos um lugar para acolher essas pessoas, famílias. Pessoas fora do Estado e do país se comunicam conosco pelas redes sociais, admirando nosso trabalho, então é de suma importância a nossa participação no desfile”, complementa.

Cumprindo um cronograma preestabelecido, a concentração está prevista para ser na altura da Rua Barão do Rio Branco e a dispersão a partir da Rua 7 de Setembro, indo até a Avenida Fernando Corrêa da Costa.

Montagem

A montagem da estrutura está marcada para começar no domingo (25), a partir das 13 horas. Por conta disso, o acesso à Avenida Afonso Pena, nos dois sentidos, entre a Rua 14 de Julho e a Rua 13 de Maio, fica interditado; a Rua 13 de Maio ficará interditada apenas em meia pista de rolamento, para montagem das arquibancadas, desde as 13h. Toda a lista com as 54 entidades que compõem o tradicional desfile cívico, que celebra na segunda-feira os 120 anos da Capital, pode ser conferida no site da instituição municipal, pelo link campogrande. ms.gov.br. (Leo Ribeiro com assessoria)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.