26 fevereiro 2021, 2:36
Reprodução/Internet

Mulher tem vídeo íntimo divulgado em WhatsApp e caso vai parar na delegacia

Uma mulher de 40 anos foi parar na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) na noite de ontem (26) após ter um vídeo íntimo divulgado em um grupo de WhatsApp.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima informou a polícia que desde o dia 23 deste mês um vídeo íntimo seu está circulando em grupo de WhatsApp de cabeleireiros com a legenda ‘entubada mas passa bem’.

O caso foi registrado como divulgação de cena de estupro ou cena de estupro de vulnerável, de cena de sexo ou de pornografia. A responsável pela divulgação do vídeo já foi identificada e a Deam investica o caso.

A pena para esse tipo de crime vai de um a cinco anos de reclusão se o fato não constitui crime mais grave.

Veja também

DOF apreende veículo que seguia para Dourados com mais de uma tonelada de maconha

Na manhã de ontem (24) um veículo Fiat Toro, com placas falsas, carregado com 1.242 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *