2 março 2021, 1:12
Créditos: Thomas Peter

Anvisa recebe pedido do Butantã para liberar uso emergencial da CoronaVac

O pedido de autorização para uso emergencial e em caráter experimental da CoronaVac foi recebido, nesta sexta-feira (08), pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A solicitação foi feita pelo Instituto Butantan, que desenvolve a vacina contra a covid-19 em parceria com farmacêutica chinesa Sinovac.

Dessa forma a agência já iniciou a triagem dos documentos e estima que levará até 10 dias para avaliar o pedido.

“As primeiras 24 horas serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se todos os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório”, informou.

Conforme divulgação do governo do Estado de São Paulo, nessa quinta-feira (07), a vacina reduz em 78% o risco de contrair casos leves de covid-19. Segundo as autoridades paulistas, o imunizante preveniu totalmente mortes pela doença e foi 100% bem-sucedido ao impedir que os infectados desenvolvessem casos graves e moderados da Covid-19.

(Com informações: Poder360)

Veja também

Pesquisa: cepa do Amazonas do coronavírus gera mais carga viral

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazônia constatou que a carga viral de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *