25 fevereiro 2021, 1:07
Reprodução/Reuters

OMS investiga origem da Covid-19 na China

Mais de um ano depois do surgimento do novo coronavírus, uma equipe da OMS (Organização Mundial da Saúde) deve desembarcar na China este mês para investigar a origem da pandemia.

A visita dos dez especialistas da OMS é uma questão muito delicada para o regime chinês, que deseja descartar qualquer responsabilidade na pandemia que provocou mais de 1,8 milhão de mortes no mundo. As datas não foram divulgadas e a OMS se limitou a afirmar que acontecerá “na primeira semana de janeiro”.

“A equipe viajará a Wuhan. Esse é o objetivo da missão”, afirmou em dezembro o diretor de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan. “Trabalharemos com nossos colegas chineses. Não serão supervisionados por funcionários chineses”, disse.

A missão é integrada por dez cientistas da Dinamarca, Reino Unido, Holanda, Austrália, Rússia, Vietnã, Alemanha, Estados Unidos, Catar e Japão, reconhecidos em suas diferentes áreas de especialização.

“O objetivo não é designar um país ou uma autoridade culpada”, disse à AFP um dos membros da equipe, Fabian Leendertz, do Instituto Robert Koch da Alemanha.

Se as autoridades obstruíssem a investigação, “isso teria um impacto negativo para a reputação política e científica da China”, advertiu Gray

(Com informações: Folha de S. Paulo)

Dados revelam que mais de 800 crianças em MS pegaram a covid-19

Veja também

Avião com 2 milhões de vacinas de Oxford chega a São Paulo

Aterrissou na manhã desta terça-feira (23) no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *