21 janeiro 2021, 6:56
Reprodução/iStock

Preço do tomate varia 135.6% e chega a custar quase R$ 8 ao bolso do consumidor

O quilo da batata também teve destaque na pesquisa

O tomate, mais uma vez, se tornou o vilão do bolso do consumidor campo-grandense. Desta vez, numa lista de 27 itens básicos para o dia a dia, o quilo do fruto obteve a maior diferença no preço, de 135,69%. O valor varia de R$ 3,39 a R$ 7,99. Em média, está saindo por R$ 5,87 nos cinco supermercados pesquisados.

 O levantamento é feito pela equipe de reportagem do jornal O Estado, toda sexta-feira. Ainda no setor de hortifrútis, o quilo da batata também teve destaque, variando 100,28% com valor médio de R$ 5,48. Enquanto no Atacadão é encontrado por R$ 3,49, no Extra está R$ 6,99. O quilo da cebola variou 85,42% e o preço médio foi de R$ 2,92. No Atacadão está a R$ 1,99 e no Comper, R$ 3,69.

O açúcar refinado de um quilo também chamou a atenção pela diferença de preço, de R$ 2,95 a R$ 5,99 (103,05%). Em média, o produto está saindo por R$ 3,92. O sal refinado de um quilo, da marca Cisne, obteve variação de 72,28% e preço médio de R$ 3,34. No Atacadão está R$ 2,49 e no Pires, R$ 4,29.

O levantamento mostrou também que a caixa de ovos com 30 unidades teve diferença de 73,39% e preço médio de R$ 15,48. O valor vai de R$ 10,90 a R$ 18,90. A farinha de trigo de um quilo foi encontrada de R$ 3,19 a R$ 5,49 (72,10%). O preço médio constatado foi de R$ 4,02.

(Confira mais na página A7 da versão digital do jornal O Estado)

Veja também

Abre licitações para Feirão de Imóveis dos Correios

Nos meses de janeiro e fevereiro, os interessados em participar do Feirão de Imóveis dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *