3 dezembro 2020, 2:59
Foto: Diogo Gonçalves

Campanha pelo fim da violência doméstica inicia com blitz na Capital

O trânsito da Capital amanheceu neste sábado (21) com blitz educativa promovida pela Subsecretaria Municipal de Políticas para a Mulher (SEMU). A ação abre a agenda da Campanha Mundial 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Os motoristas que passaram no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua 25 de Dezembro receberam folhetos e orientação para identificar vítimas da violência doméstica.

A subsecretária municipal de Políticas para Mulher, Tai Loschi, explica que durante a campanha serão realizadas várias atividades para debater o tema com palestras, blitz, rodas de conversas e lives.

“A gente quer mobilizar o maior número de mulheres para essa campanha, porque ainda existe muita desinformação quando o assunto é violência doméstica. O machismo e o patriarcado ainda são fortes na nossa cultura. Ações como essa servem para mobilizar a sociedade na prevenção e, sobretudo, na eliminação da violência contra as mulheres e meninas”, ressalta Tai.

A participação do grupo masculino também é essencial para a campanha. Um dos condutores que recebeu orientações, Luciano Torres, destaca a importância da ação 

“Acho que essa blitz é interessante, não só para informar as mulheres, mas para fazer os homens refletirem que elas têm a mesma capacidade que nós. E acho também que esses homens que pensam que bater em mulher traz alguma vantagem, deveriam ser presos”, comentou.

A Campanha

Os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma campanha mundial que começa no dia 25 de novembro – Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres – e se estende até 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos.

No Brasil, a mobilização abrange o período de 20 de novembro a 10 de dezembro. Foi iniciada por ativistas no Instituto de Liderança Global das Mulheres, em 1991, e continua a ser coordenada anualmente pelo Centro para Liderança Global das Mulheres.

(Com informações da PMCG)

Veja Mais:

Sábado será ensolarado e sem chuvas em Mato Grosso do Sul

Caixa abre seis agências na Capital neste sábado; atendimento vai até 12h

Veja também

DEPCA investiga mãe e padrastro que torturavam crianças

Mãe e padrasto são suspeitos de torturar crianças, de 10 e 12 anos, no bairro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *