21 outubro 2020, 3:08
Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em 9 anos

Dados da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que 249.388 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos no último mês, o indicador mede a diferença entre contratações e demissões.

Esse foi o melhor resultado para meses de agosto desde 2011, quando haviam sido abertas 190.446 vagas formais. No acumulado do ano, no entanto, o mercado de trabalho continua sentindo o impacto da pandemia. De janeiro a agosto, foram fechadas 849.387 vagas, o pior resultado para os oito primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 2010.

Setores
Na divisão por ramos de atividade, todos os cinco setores pesquisados criaram empregos formais em agosto. A estatística foi liderada pela indústria, com a abertura de 92.893 postos. O indicador inclui a indústria de transformação, de extração e de outros tipos.

Com 50.489 novos postos, a construção vem em segundo lugar. Em seguida, vem o grupo comércio, reparação de serviços automotores e de motocicletas, com 49.408 novas vagas.

Em quarto lugar, está o setor de serviços, com 45.412 postos. O grupo que abrange agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, abriu 11.213 postos em agosto.

Veja também: 911 mil pagadores de impostos estão na malha fina, diz RF

(Texto: com informações da Agência Brasil)

Veja também

Mais de 43% dos cursos superiores têm nota ruim no Enad

A última edição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enad), revela que mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *