21 outubro 2020, 0:52
Crédito: Peter Ilicciev

Covid-19 responde por 97,5% dos casos de SRAG reportados

A covid-19 está relacionada com 97,5% das ocorrências de Síndrome Respiratórias Aguda Grave (SRAG), de acordo com o InfoGripe, boletim semanal divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A SRAG é uma complicação respiratória associada muitas vezes ao agravamento de alguma infecção viral. O paciente pode apresentar desconforto respiratório e queda no nível de saturação de oxigênio, entre outros sintomas. As ocorrências de SRAG em 2020 aumentaram em decorrência da pandemia de covid-19, causada pelo novo coronavírus.

No ano passado, foram reportados 39,4 mil casos. Neste ano, já são 447.840, dos quais 54% tiveram resultado laboratorial indicando presença de algum vírus respiratório.

Entre as ocorrências com exame positivo para infecção viral, foram identificados quadros de SRAG associados não apenas ao novo coronavírus (97,5%), como também ao vírus influenza A (0,5%), ao vírus sincicial respiratório (0,4%) e ao vírus influenza b (0,2%). Quando analisados os casos que evoluíram à óbito, 99,3% estão vinculados ao novo coronavírus. Até o momento, são 111.575 mortes por SRAG em 2020. Em 2019, foram 3.811.

Veja também: Governo de MS amplia para 1.800 testes diários de Covid

(Texto: com informações da Agência Brasil)

Veja também

Argentina ultrapassa marca de 1 milhão de casos de covid-19

A Argentina ultrapassou na segunda-feira (19) a marca de 1 milhão de casos de covid-19. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *