31 outubro 2020, 3:45
Crédito: Divulgação/Portal MS

Mais sete pessoas morrem de covid em MS e total sobe para 83

Mais sete óbitos decorrentes do coronavírus (covid-19) foram registrados em Mato Grosso do Sul, de acordo com informações repassadas nesta terça-feira (30) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Com isso, o Estado contabiliza 83 vítimas da doença.

Cinco vítimas são mulheres. Uma de 51 anos, morava em Itaquiraí, portadora de cardiopatia, hipertensão e obesidade. O início dos sintomas foi em 8 de junho e o diagnóstico positivo ocorreu no dia 17 de junho. Ela foi transferida para o Hospital Universitário da UFGD e faleceu na noite de 29 de junho.

Outra de 44 anos, residente de Fátima do Sul, assintomática e em investigação oncológica. Ela estava internada desde 27 de junho no Hospital da SIAS em Fátima do Sul. Com agravamento do quadro clínico,ela faleceu em 28 de junho.

Uma de 64 anos, moradora de Amambai. Ela teve os primeiros sintomas em 24 de junho e era hipertensa. Foi internada em 27 de junho e faleceu em 28 de junho.

Outra vítima, de 80 anos, residente de Corumbá. Ela era portadora de Hipertensão Arterial e doença de Parkinson e estava internada na UTI da Santa Casa de Corumbá. Faleceu na noite de 29 de junho.

Uma moradora de Campo Grande, de 65 anos, também faleceu. Ela tinha histórico de doença pulmonar crônica obstrutiva (DPCO). A paciente estava internada no Hospital regional de Mato Grosso do Sul e faleceu em 29 de junho.

Outros dois homens morreram, um de 80 anos e outro de 92 anos. O primeiro era morador de rua em Dourados, sem histórico de comorbidades. O início dos sintomas foi em 21 de junho. Ele faleceu na madrugada desta terça-feira.

O outro era residente de Itaquiraí. Ele tinha debilitação motora e estava internado no Hospital São Francisco, de Itaquiraí, desde 27 de junho e faleceu no mesmo dia.

Dourados lidera com 23 mortes, em seguida está Corumbá com dez, Campo Grande, oito, Três Lagoas, cinco; Itaporã e Ponta Porã, quatro; Itaquiraí e Fátima do Sul, com três; dois em Batayporã e o mesmo número em Paranaíba, Vicentina, Brasilândia, Rio Brilhante, Guia Lopes da Laguna e Amambai. Por fim, um em Sidrolândia, Iguatemi, Douradina, Deodápolis, Anastácio e Nova Andradina, Naviraí e Glória de Dourados, com uma morte cada município.

(Texto: Izabela Cavalcanti)

Veja também : ‘Ciclone bomba’ pode causar ventos com até 100 km por hora

Veja também

Delivery Wars CG elege a melhor a chipa da cidade

Saiu mais um episódio do Delivery Wars CG e nesta terceira edição o prato escolhido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *