28 fevereiro 2021, 5:28
Crédito: Danilo Galvão

Encontro de advogados na Capital sofre baixas devido ao Covid-19

Reunião da ALBRAE tem menos participantes devido a suspeitas de infecção pelo vírus

Na noite da quinta-feira (12), advogados de 20 estados brasileiros estiveram juntos em Campo Grande, para a abertura do 41º encontro da ALBRAE, Aliança Aliança Brasileira de Advocacia Empresarial. Presença que só não maior no Hotel Deville Prime, por conta das consequências no país pelo temor frente ao coronavírus.

“Infelizmente tivemos seis colaboradores da instituição, que não puderam chegar a tempo, em virtude do efeito que o covid-19 (coronavírus) tem causado nos aeroportos. Alguns com suspeita da doença. É algo, que nessa semana, alterou e muito a rotina de grandes eventos, e tem preocupado demais as pessoas. No caso do nosso encontro, todas as recomendações da Secretaria de Estado de Saúde estão sendo atendidas, principalmente quanto a duração do tempo em salas fechadas”, citou o advogado Hilário Carlos de Oliveira, anfitrião desse ciclo de capacitação da ALBRAE, e sócio do único escritório de Mato Grosso do Sul filiado à entidade. Segundo ele, uma oportunidade de se mostrar o quanto é relevante a atuação desse grupo de juristas comprometidos com a advocacia empresarial.

O encontro teve no seu primeiro ato, uma palestra do tributarista Glauco Lubacheski de Aguiar, sobre “Agronegócio e Tributação”. Uma oportunidade para debate em alto nível sobre aspectos legais que envolvem a principal atividade produtiva do Estado e também força motriz da economia brasileira.

“O produtor rural, em decorrência desse momento instável da economia e de muitas dúvidas referentes ao que diz respeito à tributação do seu negócio, quer saber com propriedade, no que esse cenário reflete para as suas ações. Vivemos um país, onde, por exemplo, o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é agressivo para quem não faz um controle restrito às obrigações acessórias. E a tributação, a forma como se encaixa nela determina muito o sucesso do retorno”, destacou o palestrante.

Para o atual presidente da ALBRAE, Stanley Frasão da Homero Costa Advogados Associados, sediado em Belo Horizonte-MG, o encontro, no qual também é realizado uma assembleia da entidade significa uma chance de estreitar laços técnicos, que não poderiam atingir o mesmo entrosamento se não fosse presencialmente.

“A troca de informações, entre os membros, entre os escritórios da entidade é constante. Porém, por mais que haja tecnologia capaz de permitir isso, com grande eficiência hoje, a reunião, e palestras como essas que teremos na edição de Campo Grande, são ainda a melhor opção. Não é a toa que a ALBRAE tem tido um papel fundamental no direito empresarial nos últimos quinze anos. Nossos encontros ocorrem mais de uma vez ao ano, o que faz a diferença para esse intercâmbio”, citou.

O último dia do evento ficou por conta de uma palestra com o Desembargador Vilson Bertelli sobre Jurisprudências Atuais na Área Empresarial e a realização da assembleia.

Mais informações pelo e-mail albrae@albrae.com.br, ou pelo telefone (85) 3198.9990, da central da instituição, ou no (67) 99984-0606.

(Texto: Danilo Galvão)

Veja também

BC estende acordo com Federal Reserve até fim de setembro

Contrato especial de swap vigorará por mais seis meses Acordo especial entre o Banco Central …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *