31 março 2020, 3:12
Internet/Imagem Ilustrativa

Giro Policial: Músico desaparece e assassinatos no interior

Um dos músicos da Banda Boka Loka, que se apresentou na noite de terça-feira (25) no Morena Folia, deixou sua equipe preocupada após ter ficado mais de 24 horas desaparecido, em Campo Grande. O artista, de 32 anos, não era visto desde que se hospedou às 15h15 de segunda-feira (24) em um hotel da Avenida Calógeras.

Entretanto, logo após o empresário da banda ter registrado boletim de ocorrência, o músico apareceu e alegou ter sumido por conta de ”problemas familiares”.

Assassinatos

Além da execução do jovem que foi atingido por 10 tiros em Dourados, ocorreu outros dois homicídios brutais no município desde a noite de sábado (22).

Segundo Dourados News, a primeira morte ocorreu na noite de sábado, por volta das 20h15, quando Moacir dos Santos Quevedo, de 43 anos, conhecido como Langão, morador no Jardim Clímax, foi alvejado por pelo menos 10 tiros de pistola calibre 9 milímetros quando estava em um ponto de venda de lanches na Rua Independência, Vila Erondina.

Na manhã do dia seguinte, domingo, Valdeir Barboza de Souza de 30, morreu após ser atingido por uma faca de serra. Quem desferiu o golpe foi a esposa dele, Roseli, de 37 anos, que teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia realizada na segunda-feira (24).

Moradores no assentamento indígena Nhu Porã, localizado às margens da rodovia BR-163, em Dourados, eles brigaram após bebedeira que teve início ainda na noite de sábado.

(Texto: João Fernandes)

Veja também

Giro: Acidentes fatais e cadáver encontrado no interior

No giro policial desta segunda-feira (30), o destaque são para as notícias tristes em relatos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *