29 outubro 2020, 4:33
Crédito: Reprodução/Internet

Sete tubarões são detectados por dia em evento de Fernando de Noronha

A edição de 2020 do ‘Oi Hang Loose Pro Contest’, etapa de Fernando de Noronha do QS, que faz parte da divisão de acesso do Circuito Mundial de Surfe, repete o mesmo esquema de segurança da última temporada, para detectar tubarões na Praia da Cacimba do Padre. Com um drone, o evento reforça a proteção aos atletas e, até o momento, tem detectado cerca de sete tubarões por dia.

Fabio Borges, morador a ilha e responsável por monitorar as imagens da praia usando um drone, explica o aparecimento dos animais. “Só apareceu o tubarão-limão (espécie que pode atingir cerca de três metros de comprimento). Eles não atacam. Principalmente em um ambiente reservado como Fernando de Noronha, os tubarões não precisam atacar pessoas. Na verdade, nós humanos somos os invasores do território deles precisamos respeitar”, explica o documentarista e fotógrafo.

O trabalho de Fábio é relacionado com os bombeiros que ficam na praia. São eles que precisam ir até o local onde está o tubarão quando o responsável pelo drone detecta algum tipo de perigo para os surfistas. Caso isso aconteça, um jet ski entra no mar e afasta o animal.

No ano passado, Vinícius Cavalcanti, de 31 anos, morador da ilha, foi mordido no rosto enquanto surfava na Cacimba do Padre. Na época, ele levou 33 pontos na cabeça e afirmou ter sido imprudente.

(Texto: Julisandy Ferreira com informações da IstoÉ)

Veja também

Vacinação contra aftosa começa dia 1ª de novembro

A segunda etapa para vacinação contra a febre aftosa, que é obrigatória para bovinos e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *