2 março 2021, 4:40
Reprodução/Internet

Embarque de soja do Brasil à China aponta queda acentuada

As exportações de soja do Brasil para a China em janeiro podem cair quase pela metade na comparação com o mesmo período do ano passado, considerando dados apurados até o momento da programação de navios nos portos, de acordo com informações da agência marítima Cargonave.

Até quinta-feira (9), os embarques programados para a China somavam cerca de 800 mil toneladas, com mais de dez navios agendados, ante aproximadamente 1,4 milhão de toneladas estimados em janeiro de 2019 segundo “line-up” de embarcações apurado no mesmo período do ano passado pela agência.

A redução esperada nos embarques brasileiros para a China até agora, segundo analistas, ocorre em momento em que chineses estão perto de assinar o acordo comercial fase 1 com os Estados Unidos, o que deixa compradores mais distantes da soja brasileira.

Além disso, as exportações do Brasil para a China em janeiro do ano passado, quando havia nesta época cerca de 20 navios programados para enviar soja ao país asiático, refletiram muitos negócios feitos quando a guerra comercial sino-americana estava mais acirrada. (Agrolink)

Veja também

MS lídera em segundo lugar no ranking nacional de vacinação

Durante a live desta segunda-feira (01) o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, apontou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *