26 janeiro 2020, 13:35
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Justiça aceita denúncia contra PM por morte de Ágatha

A Justiça do Rio de Janeiro aceitou na quinta-feira (5) a denúncia contra o policial militar Rodrigo José de Matos Soares, 38, pela morte da menina Ágatha Félix, 8. Ágatha foi baleada quando estava em uma van escolar com a mãe, em 20 de setembro de 2019. De acordo com as investigações, o policial teria tentado atingir dois criminosos que passavam em uma moto, mas acabou atingindo a criança que estava dentro da Kombi.

De acordo com informações da Folhapress, o PM foi acusado na última terça-feira (3) pelo Ministério Público por homicídio doloso (intencional) qualificado, “por motivo torpe [fútil] e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, em momento pacífico na localidade, com movimentação normal de pessoas e veículos”.

A juíza Viviane de Faria, da 1ª Vara Criminal, aceitou o pedido da Promotoria e suspendeu a autorização do agente para o porte de arma de fogo e o afastamento das ruas, o que já foi feito, segundo a Polícia Militar.

Conforme a promotoria, “a ação violenta foi imoderada e desnecessária”.

(Texto: Jéssica Vitória com informações da FolhaPress)

Veja também

Devido a surto de Coronavírus, Taiwan suspende vistos temporariamente

Neste domingo (26) o Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Taiwan, localizado a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *