27 novembro 2020, 9:52
Foto: Divulgação

Dupla de MS vai para as pistas de Dubai em busca de medalha

O Campeonato Mundial de Paratletismo, que será realizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, terá presença de dupla nascida em Mato Grosso do Sul. Gabriela Mendonça Ferreira, 21, e Fabrício Júnior Barros Ferreira, 21, estão entre os 43 convocados pelo departamento técnico do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro). A delegação viaja na madrugada de quinta-feira (31), com previsão de chegada para sexta-feira.

Os atletas se concentram no Oriente Médio entre os dias 7 e 15 deste mês. Tanto Gabriela quanto Fabrício foram destaques nos Jogos Parapan-Americano de Lima, no Peru, realizada em agosto.

Gabriela ficou em evidência ao conquistar o ouro no salto em distância e bronze nos 100 metros durante a maior competição das Américas pela classe T12 (baixa visão). Já Fabrício alcançou o primeiro lugar nos 100 metros e faturou a medalha bronzeada nos 400 metros, pela mesma classe da colega.

Eles não residem mais no Estado. O rapaz é natural de Naviraí – a 361 km da Capital, mas ainda pequeno foi morar em outro Estado. Em 2013 teve o primeiro contato com o esporte paralímpico, por meio de uma associação para pessoas com deficiência visual de Santa Catarina.

Já Gabriela foi formada e revelada pela ASA (Associação Seninha de Atletismo), de Campo Grande, projeto idealizado pelo técnico Daniel Sena. “”Comigo ela foi campeã escolar, brasileira e mundial, treinando em Mato Grosso do Sul, onde ficou até os 16 anos””, relembra o professor.

Hoje, em sua classe, está entre as melhores do país nos 100 metros, e no salto a distância, com 5,45 metros. Sena conta que mantém o contato com a atleta, que hoje defende o Iema (Instituto Elisangela Maria Adriano), de São Caetano do Sul (SP). ““Eu converso com ela diariamente e sei que está focada””, fala.

Além dos pódios no Parapan de Lima, estão entre as principais conquistas de Gabriela Ferreira o ouro nos 100m, nos 200m e prata no salto em distância no Mundial de Jovens de Nottwill, em 2017; ouro nos 100m e nos 400m dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017, em São Paulo-SP; ouro nos 100m, 200m e salto em distância no Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2013, na Argentina.

(Danielle Mugarte com assessoria)

Veja também

Advogado de Maradona se revolta com demora de ambulância

Nas redes sociais, Matías Morla reclama que astro “não teve a atenção devida” durante 12 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *