31 outubro 2020, 3:28
Crédito: Divulgação/Agência Brasil

Máquinas industriais têm crescimento de vendas em setembro

O faturamento da indústria de máquinas e equipamentos totalizou R$ 7.579,25 milhões em setembro, crescimento de 0,1% em relação a agosto, e de 2,2% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Os números proporcionaram um crescimento na taxa acumulada no ano de 1,2% até setembro. Os dados foram divulgados hoje (29) pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

A gerente de economia e estatística da associação, Maria Cristina Zanella, disse que o resultado positivo ainda é pequeno. “Ano passado contamos com o bom desempenho do mercado externo e esse ano ao contrário, o mercado externo está fraco, várias economias em desaceleração, nossos parceiros em crise, isso fez com que os nossas exportações recuassem, mas ainda assim o mercado interno manteve um crescimento importante, que faz com que as nossas vendas no período mantivessem taxa de crescimento”.

Setembro não foi positivo para as exportações. As exportações, que em 2018 tiveram importante papel no crescimento registrado pelo setor, segundo a Abimaq, neste ano esbarrou num ambiente mundial em desaceleração que levou ao seu encolhimento em 4,5% no acumulado do ano.

Em setembro, as exportações de máquinas e equipamentos apresentaram queda de 10,6% sobre o mês de agosto, mas crescimento de 0,1% sobre o mesmo mês de 2018.

O desempenho positivo em setembro ocorreu apenas no setor de fabricante de máquinas para logística e construção civil, puxado pelo aumento de 5,4% nas vendas de máquinas rodoviárias.

As vendas internas também apresentaram resultado positivo em setembro, com 6,8% de crescimento na comparação com o mês anterior. Já na comparação com o mesmo período de 2018, o aumento foi 8,2%.

Quanto ao nível de emprego, setembro registrou uma queda de 0,3%, com 307.688 pessoas ocupadas no setor. Em relação ao mesmo período do ano anterior, houve crescimento de 3,7%.

(Texto: Agência Brasil)

Veja também

Preços na indústria sobem 2,37%, revela pesquisa do IBGE

Os preços de produtos na saída das fábricas, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *