25 agosto 2019, 5:05
Home / Esportes / “Sem água” e sem vitória, ABC terá vida dura em Mato Grosso
Valentim Manieri

“Sem água” e sem vitória, ABC terá vida dura em Mato Grosso

O que parecia ser um jogo garantido para o União ABC, que enfrentou o Luverdense (MT) na tarde de ontem (8), se tornou uma preocupação. O Alviverde fez 3×2 em cima do time da casa, após uma virada repentina de placar, proporcionada pelos pênaltis. A partida deixou as emoções de quase 200 torcedores à flor da pele, que a todo momento fizeram barulho no Estádio Jacques da Luz.

A equipe vencedora foi a primeira a balançar a rede. No primeiro minuto de jogo, Gabriel tabelou com Anderson, mas a bola não passou pelo goleiro tricolor Breno. Então Dionatan aproveitou o rebote e abriu o placar. Aos 18, o olho clínico da arbitragem viu falta de mão dentro da grande área, cometida pelo meia alviverde Samuel. Luan bateu o pênalti e deixou tudo igual para o ABC.

Após o gol, o time da casa começou a avançar e pressionar a defesa do Luverdense. O time seguiu o restante do primeiro tempo bem postado e criou mais jogadas que o adversário, até que uma delas foi certeira. Em contra- -ataque, Agnaldo saiu carregando a bola, passou para Marcelinho na lateral direita e Alemão subiu para marcar de cabeça e virar o placar.

No segundo tempo, o Tricolor da Capital jogou recuado, permitindo que o Verdão do Norte chegasse mais à área adversária. Contudo, o gol de empate não aconteceu no jogo corrido. Aos cinco minutos, Jaime fez falta no Douglas dentro da área, e o próprio deixou o placar igual para o LEC. Aos 19, o camisa 9 bateu outro pênalti e decretou a vitória para o visitante.

Com o resultado, o Luverdense joga com a vantagem do empate no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT). Os times se enfrentam novamente dia 20. O ABC precisa ganhar com dois gols de vantagem para se classificar direto. Um a mais leva a decisão para os pênaltis.

Presidente do clube leva ‘cano’ de bar e torcedores passam sede

O público compareceu ao Jacques da Luz com um calor que ultrapassou os 30 graus. A falta de bebedouros ou postos de venda de água irritou os torcedores, que tiveram de contar apenas com os bebedouros espalhados pelo Parque das Moreninhas.

Procurado pelo jornal O Estado, o presidente do ABC, Fábio Manso, alegou que contrataram vendedores, que não compareceram ao jogo. “A gente terceiriza o serviço. Fechamos o bar com uma pessoa, ficamos esperando, ligamos mas o rapaz, não atendeu. Como ele não veio, ficou todo mundo na mão”, justifica. Ele aproveitou para comentar o resultado da partida.

“A gente fica triste pelo resultado, porque é um jogo que estava na nossa mão. Mas ficamos felizes com o desempenho da equipe, jogamos de igual para igual, criamos diversas chances. Eu acredito em um placar bom lá, pelo menos o suficiente para ir aos pênaltis”, finaliza o presidente. (Danielle Mugarte)

Veja também

Governo estadual contempla atletas destaques com bolsas

O governo do Estado, contemplou 190 beneficiários com os kits Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico 2019. Nesta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *