3 março 2021, 1:25
Reprodução/Internet

Escolas de Educação Infantil da Capital passam por reformas

A SEMED (Secretaria Municipal de Educação) coloca em prática o plano de retorno das ‘aulas híbridas’ e realiza reformas e manutenção em algumas das EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil). As ações necessárias para garantir a biossegurança já estão em andamento nas unidades da REME.

Na EMEI Aloína de Oliveira Soares, no Bairro Santo Antônio, as reformas contemplam uma sala de aula que ficará maior, além de banheiros e a sala dos professores. Uma pia para higienização das mãos das crianças será instalada no pátio interno, além de mais um bebedouro. Também está em construção um banheiro para pessoas com deficiência (PCD).

Duas salas de berçário com fraldário, dois banheiros adultos e um para pessoas com deficiência, refeitório e lactário estão em construção, na EMEI Nossa Senhora de Fátima, localizada no Jardim Bonança. A obra é realizada como contrapartida por uma empresa privada.

Na EMEI Osvaldo Maciel de Oliveira, no Bairro Taquarussu, são instaladas novas portas em duas salas de aula, além de portão para rota de fuga em caso de incêndio e pânico, encanamento para aumentar a drenagem da água da chuva e, ainda, uma obra sustentável, que vai garantir a captação da água da chuva, para que seja usada na lavagem do pátio.

A unidade terá outras intervenções físicas, para melhorar o dia a dia dos alunos, tais quais novo calçamento do pátio e construção de fraldário na sala do grupo 1, banheiro adulto para pessoas com deficiência, e adaptação do banheiro infantil para atender a crianças com deficiência, depósito para guardar brinquedos e revitalização do corredor onde as novas portas das salas de aula serão instaladas.

A EMEI Eleodes Estevan, que fica na Avenida Afonso Pena, ao lado da Prefeitura Municipal de Campo Grande, terá revitalização de pintura interna e externa. “Queremos deixar a escola bonita. Esperamos receber nossos alunos em breve. As crianças trazem vida para a escola”, comentou a diretora Eva Ferreira de Brito.

Já na EMEI Athenas de Sá Carvalho, Jardim Imperial, passa por obras de reestruturação geral, com reforma no telhado, pátio, muros e áreas externas, também como contrapartida por uma empresa privada.

Veja também

Pernambucanas pode pagar multa de R$5.000 a R$ 50 mil por propaganda enganosa

Com multa avaliada de R$ 5.000 a R$ 50 mil, a loja Pernambucanas de Campo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *