25 janeiro 2021, 7:21
Divulgação/Sintesaúde/MS

Sem pagamento, funcionários fazem paralização na Santa Casa

Funcionários da Santa Casa de Campo Grande realizaram uma paralisação na manhã desta quinta-feira (14), o motivo é o atraso de pagamento, referente ao mês de dezembro, para a equipe de multiprofissionais da instituição. Segundo o presidente do Sintesaúde/MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de MS), Ormar Gussi, a paralisação foi de decisão unânime por parte dos trabalhadores, o qual “decidiram ficar de braços cruzados até que saia o pagamento.”

“Não queremos nada mais, além do pagamento que está em atraso. Quero deixar claro, também, que a assistência do paciente, lá nos leitos, ficou o efetivo de 30%. Portanto ele não sofrerá de abastecimento ou qualquer coisa do gênero” afirmou Gussi.

Fazem parte da paralisação fisioterapeutas, fonoaudiólogo, psicólogos, terapeutas ocupacional e nutricionista, participaram também os sindicatos da farmácia e assistência social. De acordo com uma fonoaudióloga, que preferiu não se identificar, outros contratempos enfrentados pelos profissionais é o atraso do pagamento do FGTS, ausência do pagamento de férias e atraso no décimo terceiro.

“Qual foi o critério de avaliação da Santa Casa para se fazer os pagamentos?”, questiona outro trabalhador, da equipe de assistência social.

Ainda conforme Osmar Gussi, a notificação sobre a greve foi enviada para a Santa Casa, em forma de documento, o qual consta o protocolo de recebimento por parte da Instituição.

A reportagem entrou em contato com assessoria da Santa Casa e a informação é que o hospital não foi oficializado da assembleia que ocorreu esta manhã e somente poderão se posicionar depois desse procedimento.

Veja também

Domingo de pouco sol e ar abafado em Mato Grosso do Sul

Temperatura atinge 32ºC na Capital Além do risco de pancadas de chuva a qualquer horário, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *