24 fevereiro 2021, 16:05
Projeto Nova

Exportações de MS via Porto Murtinho cresce 57,83% em 2020

O volume das exportações sul-mato-grossenses pela zona portuária de Porto Murtinho cresceu 57,83% no acumulado de janeiro a dezembro de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, em função da entrada em atividade do terminal FV Cereais e do incremento nas estruturas da APPM (Agência Portuária de Porto Murtinho).

Pelos portos do município, foram escoadas 384 mil toneladas ao longo de 2020, basicamente da safra de grãos do Estado. Em 2019, foram 233 mil toneladas. A participação dos terminais portuários da cidade no escoamento das exportações de Mato Grosso do Sul passou de 1,49% no ano passado para 2,12% em 2020. A movimentação total de exportações na zona portuária também aumentou: de 268 mil toneladas em 2019 para 396 mil toneladas em 2020.

Além dos embarques de soja, também foram escoados pelos terminais portuários de Porto Murtinho produtos como sementes e frutos oleaginosos; grãos, sementes e frutos diversos; plantas industriais ou medicinais; palhas e forragens; ferro fundido, ferro e aço; sal; enxofre; terras e pedras; gesso, cal e cimento.

O destino principal dessas mercadorias foi a Argentina, em seguida a Bolívia e, por fim, o Paraguai. Além de produtos sul-mato-grossenses, também foram escoadas mercadorias de Minas Gerais, Distrito Federal e São Paulo.

Na avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) esse resultado foi obtido graças à estratégia de potencialização da logística do Estado em relação ao transporte hidroviário.

“Em 2015, o Governo do Estado lançou o PROEXP (Programa de Estímulo à Exportação ou à Importação pelos Portos do Rio Paraguai) e os resultados vêm sendo colhidos ao longo desses anos, com a intensificação dos embarques e a entrada em funcionamento do terminal da FV em março do ano passado”, afirmou.

Contorno rodoviário prepara região para expansão portuária e logística

Construído em 2020 pelo Governo do Estado, o contorno rodoviário de Porto Murtinho, está sendo fundamental para dar suporte aos empreendimentos de transporte rodoviário e hidroviário que estão se instalando na região.

A pavimentação de 7,19 km paralelamente ao dique de prevenção às cheias interliga a BR-267 aos portos, tirando o tráfego pesado da área central. A obra contou com R$ 25,2 milhões em recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário de MS) e foi concluída em dez meses. Veja mais.

Veja também

Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem Prisional nesta semana em MS

Acontece hoje (24) em todo o país, o segundo dia de prova do Enem PPL …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *