25 fevereiro 2021, 1:13
Arquivo/Dourados News

SES e Sejusp traçam estratégias para transportar vacinas de Covid-19

Representantes das Secretarias de Estado de Saúde (SES) e da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) estiveram reunidos nesta quarta-feira (6), para apresentação e alinhamento do Plano Estadual de Distribuição das Vacinas contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul.

A estratégia é estar preparado para que as doses da vacina possam chegar o mais rápido e de forma segura aos 79 municípios do Estado, assim que o Ministério da Saúde realizar dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI) a compra e distribuição aos estados.

Conforme o diretor de Saúde e assessor técnico do Corpo de Bombeiros Militar na SES, coronel Marcello Fraiha, o plano vai otimizar o tempo quanto a distribuição para dar início à vacinação. “Elaboramos esse plano para reduzir o tempo habitual que levaria para fazer a distribuição de todos os imunizantes com segurança para todos os municípios. O apoio das agências de segurança pública é importante, pois sabemos que é uma carga de alto custo e demanda.”

”Então, precisamos ter esse cuidado com a segurança deste transporte até os locais em que serão entregues as vacinas. O CBMMS emprega o Sistema de Comando de Incidentes, que é uma ferramenta de gerenciamento de incidentes padronizada, para todos os tipos de sinistros e eventos, que permite a seu usuário adotar uma estrutura organizacional integrada para suprir as complexidades e demandas de incidentes únicos ou múltiplos, independente das barreiras jurisdicionais” completa.

A diretora-geral de Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho, explica que o plano vai permitir que se tenha mais agilidade na distribuição dos insumos. “O apoio das forças de segurança do Estado será de extrema importância, seja para a segurança do transporte quanto para a logística. É importante que façamos as entregas o mais rápido possível, para atender os grupos prioritários que serão estabelecidos pelo Ministério da Saúde”.

Presente na reunião, o comandante-geral da Polícia Militar, Marcos Paulo Gimenez, ressaltou que desde o início da pandemia, a Polícia Militar nunca deixou de apoiar as ações realizadas pelo Governo do Estado. “Não será agora que vamos nos furtar. É muito importante para que haja esse trabalho em conjunto, até porque, é preciso garantir que essas vacinas cheguem até aos seus locais com segurança e com tranquilidade. Para a PM, é uma satisfação estar presente e apoiando a Secretaria de Estado de Saúde em mais uma demanda do Estado”.

Representando a Polícia Civil, o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Ivan Barreira, pontuou que a população está ansiosa pela chegada da vacina. “É importante para a comunidade e para a população. A Polícia Civil também ficou a cargo de fazer a distribuição em algumas áreas do Estado. Toda a sociedade está ansiosa pela vacina e creio que vai dar tudo certo, e logo todos estaremos imunizados e podendo retornar as nossas rotinas”.

Já a secretária-adjunta da SES, Crhistinne Maymone, destaca que cada ação realizada de forma conjunta, reflete de forma geométrica na vida das pessoas. “Mesmo que em um primeiro momento a gente esteja imunizando grupos prioritários, nós estamos imunizando a população e ajudando para que este vírus circule menos e transmite menos. Nós somos uma rede de apoio e desde a detecção precoce do vírus e até esse momento de vacinação, foi um grande aprendizado. E agradeço as forças de segurança, por colocar ‘anjos’ para nos auxiliar em mais este processo”.

Prefeitura suspende corte no fornecimento de água por 15 dias

Veja também

Em apenas 24 horas, Estado registra mais de mil novos casos de coronavírus

O número de casos da COVID-19 voltou a subir drasticamente passando de mais de mil …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *