24 fevereiro 2021, 16:49
Crédito: Divulgação

Prefeitos jovens eleitos de MS querem pôr juventude à frente

Aos 29 anos, o vereador José Natan (Podemos) foi eleito prefeito de Aparecida do Taboado com 3.422 dos votos válidos, 26,36%. Ele faz parte de um grupo de sete jovens que concorreram às eleições em Mato Grosso do Sul de maneira suprapartidária. Do grupo ainda foi eleito Thalles Tomazelli (DEM), 30 anos, em Itaquiraí, com 4.135 votos, o que corresponde a 40,82% dos votos. Lucas Foroni (MDB) é o mais jovem: o novo prefeito de Rio Brilhante tem 25 anos.

Ele teve 6.960 votos, 38,9% e não fazia parte do grupo citado. O que tem o vice mais jovem é Thalles, com o médico dr. Bruno (DEM), de 38 anos. José Natan tem de vice o tenente Ávila (PSL), 61 anos, e o mais jovem prefeito, Lucas, tem a Juraci (MDB), de 62 anos. Para Lucas, a grande virtude dos jovens é a força de encarar tudo. “A única coisa que nos falta e, às vezes, nos dificulta é a falta de confiança. O esporte me ensinou o sentimento de liderança, o que é vitória e o que é derrota, ou seja, o que é realmente competir. O esporte foi determinante junto com a política para me dar confiança. Joguei futebol por um ano como atleta profissional e também joguei basquete quando fui campeão por Rio Brilhante”, revelou.

Lucas sempre buscou evolução e desafios. Ele trabalhou na lavoura da família e em empresas, como Monsanto e Ihara, mas foi seguindo a intuição que chegou a ser prefeito. As perguntas que o perseguiram por um tempo foram: Será que ele dá conta? Será que vai ser uma boa administração? “Eu respondo: será não, vai ser. Nossa sociedade é hipócrita e falsa moralista onde dominam apenas um grupo de pessoas. Apenas os mais velhos, apenas os que falam que têm experiência. Temos que respeitar todas as gerações, mas a nossa tem que ser melhor. A geração dos mais velhos foi que sofreu para dar melhores condições para nós. Por isso, respeitamos, mas temos obrigação de sermos melhores que eles. Só tenho a oportunidade de estar aqui pelo que fizeram meu avô, depois meu pai O mais difícil foi eles que fizeram, o que sobra para a gente é estudar e aproveitar as condições melhores que eles tiveram. Nossa obrigação é evoluir e está na mão da juventude”, pontuou.

Confira a notícia completa aqui, em nossa versão digital

Veja também

Marquinhos Trad pede liberação de R$ 80 mil para investimentos

Em viagem a Brasília ontem (23), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) pediu o apoio da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *