20 janeiro 2021, 15:51
Divulgação

Atendimento domiciliar para os pets em tempos de pandemia

Comodidade, segurança e menos exposição são alguns dos benefícios do Home Care

Os pets também precisam de cuidados e atenção tanto quanto o ser humano. Ir regularmente ao médico-veterinário, fazer procedimentos básicos, vacinar, vermifugar e colher exames laboratoriais fazem parte dessa missão. Com isso, o atendimento
em domicílio (Home Care) feito pelo profissional pode ajudar nesta tarefa, ainda mais em dias difíceis vividos durante a pandemia.

A médica-veterinária Rafaela Azuaga, que atua em medicina preventiva, trabalha com essa modalidade há, aproximadamente, cinco anos. Para ela, em tempos de pandemia, esta tem sido a melhor maneira de cuidar dos “bichinhos”. “Desde 2015 quando me formei, percebi uma necessidade nessa área do atendimento domiciliar, onde tutores pediam que eu fosse atendê-los em domicílio. É um momento em que sair de casa não é opção, os cuidados com os pets e o acompanhamento profissional não pode parar. Além disso, recebem toda a atenção que precisam, seguindo os cuidados de proteção no conforto do lar”, enfatizou.

Ainda de acordo com a profissional, o atendimento domiciliar contribui muito em passar segurança e tranquilidade ao
pet. Aliados a isso, a segurança, o conforto e a comodidade da casa ajudam a tornar a consulta mais humanizada.

A veterinária Rafaela listou alguns benefícios do home care, por exemplo:

Agendamento rápido e com hora marcada;

Check-up de rotina no conforto da sua casa, como coleta de sangue para exames e acompanhamento de saúde;

O tutor não precisa se deslocar com o pet, minimizando o estresse do transporte, trânsito e barulhos, tanto para cães como gatos;

Consulta pediátrica, em que o tutor consegue proteger e não expor o filhote a infecções e viroses ao sair de casa;

O pet é avaliado dentro da sua rotina e no seu ambiente, possibilitando até mesmo orientar o tutor quanto a alguns cuidados que muitas das vezes poderiam passar despercebidos caso o atendimento não fosse em domicílio;

Sem estresse para o paciente.

(Texto: Izabela Cavalcanti)

Veja também

Com previsão de mais chuva, Defesa Civil orienta população que mora em áreas de risco

O acumulado de chuva registrado nos últimos dias em Mato Grosso do Sul vem deixando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *