22 janeiro 2021, 6:30
Foto: Divulgação/ Internet

Cantora campo-grandense é uma das mais tocadas no Spotify

Nascida em Campo Grande, a cantora sertaneja, Paula Mattos, donas dos hits “Que Sorte a Nossa”, “Namorado bloqueia” e  “A vida pede”, revelou durante entrevista como começou sua carreira  na Capital e quais são seus futuros projetos musicais. 

A cantora de 31 anos é hoje uma das mulheres sertanejas mais ouvidas no Spotify e coleciona parcerias com outras grandes estrelas como Marília Mendonça, Maiara e Maraisa, Lucas Lucco, Munhoz e Mariano, além de Dilsinho e Matheus e Kauan. Antes de chegar no Top 200 da plataforma musical, Paula Mattos cantava nos bares da cidade morena e foi aqui que ela fez sua estreia. “Eu cantava em bares e, quando me lancei profissionalmente, meu primeiro show foi em Campo Grande, dia 17 de janeiro de 2016. Meu primeiro show tinha que ser na minha cidade, que tanto amo”, comenta a artista. 

Para a artista é uma “honra” estar entre as cantoras sertanejas mais tocadas e representar o Mato Grosso do Sul. “O MS é um dos grandes berços sertanejos, eu enxergo que sempre haverá espaço para mulheres e para todos que venham com músicas boas e diferentes”, conta.

Ela ainda revela qual foi a sensação ao descobrir que estava fazendo sucesso entre o público brasileiro. “Foi algo surreal e natural, percebi que as coisas estavam mudando em um dia que fui na 25 de março e não consegui andar, amontoou gente por todos os lados, foi uma sensação inexplicável, incrível”, ressalta.

Há 10 meses sem realizar shows presenciais, devido a pandemia do novo coronavírus (covid-19), a cantora fala sobre seu último lançamento e os projetos futuros na música. “Acabei de lançar uma música nova (Namorado Bloqueia) e estou compondo e criando novos projetos, todos ainda sem data definida por conta da pandemia. Espero que passe logo e eu possa executá-los”, fala. Lançado no dia 30 de outubro, “Namorado Bloqueia”, já alcançou mais de 1 milhão de visualizações. 

Dentre os artistas sul-mato-grossenses que ela mais admira estão Luan Santana, Munhoz e Mariano, Maria Cecília e Rodolfo, Patrícia e Adriana, entre outros. “O Marco Aurélio também é meu grande parceiro de composição, a Silmara Nogueira que além de grande amiga é minha parceira de composição e uma das pessoas que mais me incentivou a estar onde estou hoje, com ela saí de Campo Grande pra ir trabalhar com Thaeme e Thiago, de lá saí para compor e posteriormente para lançar minha carreira, digo que a Silmara foi um dos meus anjos da guarda”, relembra.

Veja Mais:

Delivery Wars CG seja avalia o famoso “Prato Feito”

Veja também

Cordelista premiada de Dourados lança 6º livro

E-book “Semeadora de Cordéis” conta histórias do cotidiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *