18 janeiro 2021, 5:45
Reprodução

Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou que o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel do país, teve inflação de 3,28% em novembro deste ano. Dessa forma o percentual é considerado maior que o de outubro, de 3,23%.

Com o resultado, o IGP-M acumula inflação de 24,52% em 12 meses, índice seis vezes maior do que o acumulado em novembro de 2019.

No entanto o índice vem sendo puxado pelo preço das commodities agropecuárias, como o milho, trigo e bovinos.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, teve  inflação de 4,26%. O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, ficou em 0,72%. Já o Índice Nacional de Custo da Construção registrou variação de 1,29%.

(Com informações: Agência Brasil)

 

Veja também: Estado deposita R$ 514 milhões em salários

Veja também

Histórias de profissionais que largaram carreiras e redescobriram o prazer no trabalho

Mudar de vida, chutar o próprio balde! Você teria colagem de largar tudo por um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *