22 janeiro 2021, 5:03
Foto: Divulgação

Onça resgatada no Pantanal deve retornar ao habitat em 2021

Resgata no começo do mês, a onça ferida nos incêndios do Pantanal se recupera no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande, e já tem previsão para voltar para o habitat natural.

Segundo o veterinário do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Lucas Cazati, ela estará pronta para voltar para a natureza no início do próximo ano. A onça, um macho com cerca de dois anos de idade, vem recebendo tratamento com aplicações de ozônio que tem propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias e o progresso dos ferimentos é visível.

De acordo com o Imasul, o tratamento de ozonioterapia é feito em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Além das feridas nas patas, a onça estava muito debilitada e desde que chegou ao CRAS tem recebido alimentação balanceada e já ganhou cerca de oito quilos.

Exame de Raio-X detectou a existência de um projetil no tórax do animal, consequência de um tiro que deve ter sofrido há alguns meses, tendo em vista que a pele já está cicatrizada. O metal será retirado em cirurgia simples de rápida recuperação, o que não deve atrasar o retorno da onça ao seu habitat, disse Cazati, que é o responsável técnico do CRAS.

Essa onça e outra, com aproximadamente a mesma idade, foram resgatadas por equipes de voluntários no dia 4 de novembro da região da Serra do Amolar, no Pantanal, e trazidas a Campo Grande em um avião da Força Aérea Brasileira. A outra, também um macho, não resistiu e faleceu horas após ter chegado ao CRAS. No exame de necropsia foi detectado que ela também havia sido vítima de tiro, sendo que a bala estava alojada na região do tórax com estilhaços atingindo os pulmões. Apesar do tiro, a morte do animal teve como causa a quantidade elevada de fumaça que inalou durante o incêndio, segundo revelou o exame.

Veja mais:

Como adotar cartinhas do Papai Noel dos Correios Digital

Veja também

Começa em março recapeamento que beneficia 18 bairros da Capital

Está previsto para iniciar no mês de março cerca de 34,9 quilômetros de recapeamento, beneficiando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *