3 dezembro 2020, 2:57
Foto: Internet/ Reprodução

Os Escritores do MS que contam e encantam

Projeto criado pela Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio Machado tem como papel principal incentivar alunos do 6º ao 9º ano à leitura, criatividade e produção textual mesmo com as aulas remotas

“Que possamos aprender que a vida é um passar e que quanto mais amor mais teremos a ofertar”, é com essa estrofe do poema ‘Com jesus morte nunca haverá’ da professora do 6º ano da Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio Machado, Lucimar Maria Nascimento Granjeiro, que os alunos se inspiraram e entraram de cabeça no concurso de interpretação ‘Textos Poéticos’.

O projeto ganhou vida em outubro deste ano e tem como objetivo incentivar os alunos do 6º ao 9º ano mesmo com as aulas remotas, devido a pandemia do novo coronavírus. De acordo com a coordenadora pedagógica da instituição, Cristiane Lahdo, a iniciativa está sendo abraçada com muito empenho e carinho pelos alunos.

“Mesmo com as adversidades, um ano complicado para todos, estamos conseguindo fazer um trabalho bem bacana com os alunos. Esse concurso veio no momento certo, como forma de incentivá-los, mesmo com a pandemia e com o trabalho remoto eles estão se sentindo instigados a lerem, para fazerem os textos, tem alunos que estão fazendo os próprios textos, outros estão declamando textos de autores conhecidos”, conta orgulhosa.

Cristiane lembra que quem deu a ideia do concurso foi a professora Gracieli Mirani Neves, da disciplina de Língua Portuguesa. O projeto já abraçou mais de 700 alunos e todos estão sendo incentivados a participarem.

“Foi uma ideia da professora Gracieli e todos os outros professores concordaram. Uma forma de incentivar à leitura, criatividade e produção textual mesmo com as aulas remotas. Ela compartilhou a ideia comigo e na hora gostei muito”, afirma a coordenadora.

Deixando a criatividade nascer

Para participarem, os alunos assistem as aulas no canal do YouTube da escola com a participação do professor Carlos Magno Mieres Amarilha, mestre e fundador do Grupo Literário Arandu e da professora Raquel Naveira que é doutora em Literatura e Membro da Academia de Letras de Mato Grosso do Sul. Eles que são os autores e poetas que contribuíram com o projeto gravando videoaulas para os alunos, explicando o gênero literário ‘Poemas’.

“Após realizam as atividades dos cadernos onlines ou impressos sobre textos poéticos e tiram dúvidas com seus professores, os alunos podem escrever um texto poético ou escolher de algum autor que gostou. Utilizando sua criatividade deve gravar um vídeo declamando o texto e enviar para seu professor de Língua Portuguesa. Todos esses vídeos são colocados na página do Facebook da escola para incentivar outros alunos a participarem. Para estimular os alunos a professora Lucimar Nascimento escreveu um texto, gravou o vídeo e compartilhamos na página da escola e no canal”, explica Cristiane.

Os textos poderão ser entregues até o dia 18 de dezembro e a premiação será ao final do ano letivo e vale lembrar que incentivar os alunos à leitura, criatividade, uso do celular para criação de vídeo educativo e principalmente conhecer e valorizar os autores regionais é o principal foco do concurso.

“Ao final os professores escolherão os 3 melhores vídeos para fazer a premiação no dia 21 de dezembro. Os ganhadores serão premiados com uma camiseta personalizada com o nome do projeto, uma caixa de bombons e um certificado de participação”, esclarece.

Cristiane finalizou contando que nesse momento o incetivo da família é muito importante para o desenvolvimento dos alunos. “Hoje mesmo uma mãe ligou pra gente dizendo que está torcendo muito pelo filho dela e não é com o objetivo de ganhar a premiação, mas sim de incentivá-lo a ler mais, ser participativo e melhorar cada dia mais”, relata feliz.

Colaboradores do projeto: Coordenadoras: Cristiane Lahdo, Luana Barreto e Grasi Rodrigues. Professores: Millena Pereira Leite, Ana Paula Ramalho, Lucimar Nascimento, Gracieli Mirani Neves Martins, Valéria Veiga, Ana Carla Barbosa Chimenes, Hermenegildo Araujo.

Poemas

Com jesus morte nunca haverá

Neste dia venho aqui declamar
Ninguém esperava que este corona iria chegar
Veio bem devagar
E agora está a pairar

Muitos estão a duvidar
Que tudo isso vai passar
Foi como num piscar de olhos
Que a vida ganhou outro lugar
Deixando apenas a certeza
De que ele não veio para brincar

Mas para quem tem fé
A certeza a de chegar
Que logo muito em breve
Este vírus morrerá

Pois com um deus tão grande
Não temos o que temer
O corona morrerá
Mesmo sendo um vírus invisível
Que veio para nos estraçalhar

Que possamos aprender
Que a vida é um passar
E que quanto mais amor
Mais teremos a ofertar

Digo com toda certeza
Com jesus morte nunca haverá
Pois ele nos deu a vida eterna
Que será o nosso futuro lugar

– Lucimar Maria Nascimento Granjeiro, professora de Língua Portuguesa do 6º ano

O teatro
Para aqueles que não conhecem
Fica a pergunta
Como é um teatro?
É um lugar onde a magia
A imaginação
A música
Se expandem pelos palcos
As pessoas se emocionam
Se inspiram
E os atores expressam suas falas, seus suspiros
Suas músicas, dança e cultura
Eu queria ser o teatro
Como o diretor de uma peça
Como o riso e o choro da plateia
Por conto e canto
Por abrir e fechar das cortinas.

– Nikolas Bartolomeu Neves Rodrigues, 12 anos – Aluno do 7° B

Veja Mais:

Mãe de UTI: Um relato emocionante de dor e esperança

Veja também

Cantora campo-grandense é uma das mais tocadas no Spotify

Nascida em Campo Grande, a cantora sertaneja, Paula Mattos, donas dos hits “Que Sorte a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *