25 fevereiro 2021, 21:39
Foto: Wanderson Lara

Professora Ordália quer ser vereadora pela educação

Ordália Alves de Almeida, a professora Ordália (PV), é aposentada pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Por 32 anos foi docente na Federal, e a mais votada do partido em 2016, ficando como suplente com 1.657 votos. Em 2018 foi candidata a deputada federal com cerca de 6.570, e em Campo Grande, 4.125 votos. Ela acredita que a votação expressiva é pelo seu trabalho nos 74 municípios do Estado e capacitação. Professora Ordália tem mestrado e doutorado em Educação, um pós-doutorado em Sociologia da Infância e também é bacharel em Direito.

Ela entra na disputa com a bandeira da educação, principalmente das crianças e formação dos professores. Professora Ordália quer ouvir a população jovem, os idosos e  as crianças. “Quero levar a representatividade da população campo-grandense nas políticas públicas setoriais com projetos para idosos, qualificação dos serviços públicos e especialmente na garantia da qualidade de vida do funcionário público e garantia de serviços públicos são algumas das minhas propostas”, destacou.

(Confira mais na página A3 da versão digital do jornal O Estado)

Veja Mais:

“O eleitor não quer mentira”, afirma Marcelo Miglioli

 

Veja também

Soraya Thronicke considera uma vitória aprovação de projeto que facilita compra de vacinas anti-Covid pela iniciativa privada

A senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) considera uma vitória a aprovação, na noite desta quarta-feira (24/02), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *