28 fevereiro 2021, 6:18
Crédito: Divulgação

Scarpanti quer barrar comissionados com reforma

O empresário Guto Scarpanti, sexto candidato a prefeito de Campo Grande a passar por sabatina da Rádio Hora e do jornal O Estado, diz que, se for eleito, vai propor uma reforma administrativa que cortará em quase 100% os cargos comissionados. A referência está no governo de Minas de Gerais, que extinguiu 50 mil cargos.

O governador Romeu Zema é do mesmo partido que Guto. “Se o Zema conseguiu. Eu consigo cortar pelo menos dois mil cargos e focar na prioridade como ele”, diz. Para o candidato existe muita regalia em tudo que envolve o Paço Municipal.

“A pessoa que entra nunca andou de carro com motorista. Virou comissionado, tem motoristas e outras regalias. Vou cortar de 85% a 90% dos comissionados Quando falo de corte de comissionados, falo da valorização do concursado. Gostaria de aplicar um processo seletivo com meritocracia para que o funcionário público de carreira possa ocupar um cargo de chefia”, defende.

Guto aponta que o político de carreira tem de pagar favor para quem trabalhou para ele na campanha e não indica pessoas capacitadas tecnicamente. “Meu ponto forte é ser alguém de fora da política. Não tenho vínculo com nenhum grupo político. Não tenho vínculo político, não tenho nenhum tipo de compromisso com ninguém”, pontuou.

Guto veio do setor privado e sempre teve pequenas empresas no setor de transportadoras, lanchonetes e pizzarias. “Conheço a realidade do pequeno e micro empreendedor. Muitas vezes faltam estímulos. Enquanto as grandes empresas têm incentivos governamentais sendo que mais de 95% das empresas são micro e pequenas. Quero conceder incentivos governamentais de forma isonômicas”, destacou.

Confira essa e outras notícias aqui, em nossa versão digital

 

Veja também

MP de Privatização da Eletrobras recebe 570 emendas de parlamentares

Texto foi entregue por Bolsonaro ao Congresso na terça-feira Deputados e senadores apresentaram 570 emendas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *