25 outubro 2020, 7:16
Reprodução

Ainda sem técnico definido, Verdão treina sob protestos

O Palmeiras voltou a treinar na manhã de sábado (17), na Academia de Futebol, e embarcou no mesmo dia para a capital cearense, onde neste domingo, às 19h30 (de MS), enfrenta o Fortaleza, na Arena Castelão. O Verdão será comandado interinamente pelo técnico Andrey Lopes.

O time não terá Felipe Melo, suspenso, mas poderá contar com Matías Viña e Gustavo Gómez, que retornaram de suas seleções. O Palmeiras também terá o desfalque de Marcos Rocha, com edema na coxa direita. O zagueiro Luan, que ocuparia a vaga de Felipe Melo, também está fora por lesão.

Dessa forma, o Verdão deve entrar em campo com Weverton; Gabriel Menino, Gustavo Gómez, Emerson Santos (Renan) e Viña; Patrick de Paula, Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Wesley e Luiz Adriano. Integrantes de grupos organizados protestaram sábado em frente do centro de treinamento do Alviverde.

Os principais alvos foram o presidente Maurício Galiotte, o diretor de futebol Anderson Barros e os jogadores. Os torcedores abriram várias faixas com protestos. “Maurício Banana”, “Fora Barros” e “Salários milionários, futebol pobre” eram alguns exemplos de faixas levadas pelas organizadas. Os torcedores pediram ainda a saída do gerente Cícero Souza. Além dos dirigentes, jogadores como Gustavo Scarpa, Felipe Melo, Lucas Lima, Ramires, Marcos Rocha, Rony, Luan, Raphael Veiga, Mayke, Jailson e Zé Rafael também foram alvos.

 

(Texto: Da redação)

Veja também: Brasil não terá horário de verão pelo 2º ano consecutivo

Veja também

Oitavas da Libertadores terá confrontos entre Brasil e Argentina

Três dos seis representantes brasileiros nas oitavas de final da Copa Libertadores da América terão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *