19 outubro 2020, 19:31
Reprodução/PortalMs

Flexibilidade na Lei da Liberdade Econômica

Ao longo deste ano, os números de microempreendedores induviais cresceu consideravelmente no estado do Mato Grosso do Sul. Este crescimento deve-se pela flexibilidade proporcionada pela Lei da Liberdade Econômica, onde empresários de pequeno porte se viram motivados a investir e organizar o empreendimento, mesmo em plena pandemia.

Segundo dados da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e do Sebrae/MS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) houve alta de 6,7% do número de microempreendedores individuais, nos últimos cinco meses, que buscaram uma formalização dos negócios em Mato Grosso do Sul, em comparação ao ano passado.

Entre abril e agosto de 2020, foram abertos 13,3 mil MEI no estado contra 12,5 mil registros feitos no mesmo período de 2019.

Luara Trimarco, médica veterinária, é uma das microempreendedoras que resolveu abrir um petshop em plena pandemia. “Durante crises temos grandes oportunidades. A população precisa ganhar seu pão de cada dia e o empreendedorismo é dar credibilidade a grandes sonhos que, no dia a dia, a gente sempre vai deixando para depois. Acaba sendo muito facilitado você abrir uma empresa, sendo um micro negócio, quando o assunto é burocracia”.

A empresa da Luara será inaugurada em meados de outubro, no bairro São Francisco. Até o momento ela investiu cerca de 15 mil reais no negócio que espera recuperar em seis meses.

 

(Divulgação: Portal MS)

Veja também

China aprova lei de proteção sobre exportações

A China aprovou uma lei que limita as exportações sensíveis para proteger sua segurança nacional, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *