25 outubro 2020, 13:21
Foto: Reprodução

Tom Jobim é interpretado por alunos e professores

Apresentação conta com presença da Orquestra Sinfônica Juvenil 

Hoje e amanhã, o Programa Orquestra nas Escolas, da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, apresenta concertos de encerramento da série Tom nas Escolas. Parceria com o Instituto Antonio Carlos Jobim, o projeto promoveu durante dois meses uma série de atividades que reuniram professores e alunos da rede municipal. Para celebrar, os resultados dessas atividades serão levados ao palco, em concertos que terão uma série de participações especiais: Maria Luiza Jobim, filha do maestro, cantará no primeiro dia, ao passo que Leila Pinheiro participará do segundo espetáculo. Os dois concertos serão realizados na Cidade das Artes, a partir das 18h, com transmissão ao vivo pelos canais da Multirio e pelas redes sociais.

Com início em agosto, a série Tom nas Escolas reuniu toda a rede municipal de educação em torno da obra do maestro. A partir das letras das canções, professores criaram atividades para os alunos, com resultados emocionantes e surpreendentes. Como exemplo, enquanto um pai e seu filho gravaram a música “Águas de Março” juntos, os professores conectavam suas disciplinas com as músicas divulgadas pelo projeto. Outra iniciativa foram as releituras da obra de Tom pela Orquestra Virtual, que tocou músicas como “Wave” e “Chega de Saudade”. Na música “Corcovado”, mais de 40 alunos participaram. Em “Garota de Ipanema”, tocaram mais de 30 músicos. Toda a série é composta por 13 vídeos. Todas essas atividades renovaram o conhecimento sobre o legado do maestro e estimularam novas produções de crianças e jovens.

Para coroar a série, os dois concertos de encerramento levarão para o palco da Cidade das Artes esses resultados, ao lado de muita música boa. A cada dia, serão apresentados diferentes repertórios, regentes e músicos. No primeiro dia, o maestro Vinícius Louzada conduz músicas como “Sinfonia da Alvorada”, “Corcovado” e “Luíza”, com alunos da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca Rivadávia Corrêa, OSJC Carneiro Felipe e OSJC Santa Cruz. 

(Confira mais na página C3 da versão digital do jornal O Estado)

Veja também

Com anônimos e famosos, “BBB 21” será o maior da história

O fãs de “BBB 21” já podem se preparar, pois a atração vai repetir a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *