21 outubro 2020, 2:51
Crédito: Reprodução

Santos divulga projeto de arena

Um dia após o afastamento de José Carlos Peres da presidência, o Santos divulgou o projeto de uma arena na Vila Belmiro em parceria com a WTorre.

A apresentação será feita no Conselho Deliberativo dia 7 de outubro. O estádio reconstruído teria capacidade para 25 mil pessoas, concessão de cerca de 30 anos e aporte total de investidores. Mais de R$ 200 milhões são necessários. As obras levariam aproximadamente dois anos.

O novo projeto foi desenvolvido em parceira com a WTorre, com a finalidade de agregar características únicas e muito valorizadas pelo mercado de investidores, que atenderá ainda mais as expectativas do torcedor santista, sendo estes fatores decisivos para sua escolha. O arquiteto responsável pela sua elaboração é um dos mais renomados da América Latina, com grande expertise em estádios e arenas multieventos, gozando de total confiança e credibilidade no mercado”, disse Peres.

“O novo projeto já foi apresentado para a Mesa do Conselho Deliberativo em 9 de setembro, oportunidade em que foi solicitada a convocação de Assembleia Extraordinária para apresentação e deliberação em plenário referente ao projeto e ao modelo de negócios desenvolvido junto a WTorre. Porém, a Mesa do Conselho Deliberativo preferiu mais uma vez votar o afastamento de um presidente legitimamente eleito. Agora, o público e os torcedores poderão conhecer os detalhes deste grandioso empreendimento
Idealizado por mim e evoluído pelo nobre Comitê Gestor e nossa valiosa equipe”, completou o presidente.

O arquiteto responsável é Luiz Volpato, irmão de Fernando Volpato, executivo administrativo do Peixe. O escritório teve participação na Arena da Baixada, Arena Joinville, Arena da Floresta e Arena do Juruá.

Como seria?
O vídeo de 18 minutos elaborado pela “Nasa Produtora Audiovisual” mostra detalhes de como seria a nova arena do Santos, construída na própria Vila Belmiro.

O “térreo” teria 36 lojas, além de bilheterias e 298 vagas de estacionamento. No “mezanino”, seria localizado o Memorial das Conquistas, a administração, o Conselho Deliberativo e outros 304 espaços para veículos. A “esplanada” contaria com 18 lojas, 20 acessos, vestiários e 290 vagas.

As arquibancadas comportariam 17.739 torcedores. O “segundo balcão” teria 4.266 lugares e quatro estúdios de TV. São 80 camarotes e 1060 cadeiras. E o setor VIP prevê 1.348 cadeiras. Capacidade total de 25.075.

O projeto ainda mostra a cobertura do estádio, com telões centrais e até uma ciclovia. A área do terreno seria de 18 mil metros quadrados, com 89 mil m² de área construída e 11,2 mil m² comerciais. 900 vagas cobertas para veículos e capacidade para shows de 40 mil com o palco 360º.

Veja também: Médico alemão admite ter ajudado atletas com doping por vários anos

(Texto: Gazeta Esportiva)

Veja também

Felipão estreia no Cruzeiro contra Operário-PR fora de casa

Quarto técnico a comandar o Cruzeiro nesta temporada, Felipe Scolari reestreia na Raposa na noite …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *