29 outubro 2020, 4:31
Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil

Corrida de São Silvestre é adiada para 11 de julho de 2021

A corrida de São Silvestre, em São Paulo, foi adiada de 31 de dezembro deste ano para 11 de julho de 2021 por causa da pandemia de covid-19, doença respiratória causada pelo coronavírus. A prova, que chegara à sua 96ª edição, não foi cancelada nem durante a Segunda Guerra Mundial. Eia a nota oficial dos organizadores (40 KB).

Assim, serão duas edições da prova em 2021. Os detalhes sobre a realização do circuito ainda não foram divulgadas. A decisão foi tomada em conjunto com a Secretaria Municipal da Casa Civil de São Paulo devido à “instabilidade do cenário atual, onde os decretos de quarentena estão sendo postergados, não havendo ainda uma definição de retorno das corridas de rua deste porte até o mês de dezembro”.

O percurso atual da prova tem 15 quilômetros: passa por ruas e avenidas paulistanas, incluindo alguns dos principais pontos turísticos da capital. Também reúne milhares de corredores brasileiros e estrangeiros. É a principal corrida de rua da América Latina.

Antes do adiamento, as possibilidades incluíam a manutenção da data, mas com a redução para apenas 55 participantes —mesma quantidade da 1ª edição, em 1925. Outro cenário seria realizar a prova em esteiras em diversos pontos da cidade e a comemoração, à distância. O prefeito Bruno Covas (PSDB) chegou a admitir em 16 de agosto a possibilidade de cancelar o circuito.

Veja também: Fla e São Paulo encaram adversários equatorianos pela Libertadores

(Texto: Poder 360)

Veja também

Caminho inverso no futebol feminino marca trajetória do Kindermann

Município com pouco mais de 78 mil habitantes, Caçador fica na região do Contestado, meio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *