29 setembro 2020, 11:08
Crédito: Valentin Manieri

Juros menores devem elevar em 4% vendas de imobiliárias

O setor de construção civil comemora a nona redução da Taxa Selic, alcançando os 2% ao ano, e espera que em MS os negócios tenham aumento de 4% no ano. Com a concorrência acirrada entre os bancos, especialistas destacam que o momento para comprar um imóvel “é agora”.

Tudo isso possibilitou que o setor, mesmo com a paralisação no início da pandemia, conseguisse se reposicionar e registrar bons resultados, tanto na venda imobiliária quanto nas contratações de mão de obra.

Segundo Adão Castilho, presidente da Acomasul (Associação dos Construtores de Mato Grosso do Sul), o momento é agora, para aqueles que querem comprar a casa própria, mesmo assim ainda é preciso a criação de uma medida que possibilite a inclusão de imóveis construídos em ruas sem pavimentação asfáltica, já que isso contribuiria ainda mais, para o desenvolvimento do setor.

“A nova queda na Selic veio para possibilitar condições ainda melhores para aqueles que buscam um imóvel para comprar. Mesmo assim, estamos trabalhando junto com a federação para encaminhar uma documentação com o pedido para alterar a portaria 160 de 2016, que impedia essas construções em ruas sem asfalto. Isso possibilitaria um aumento ainda mais significativo principalmente naqueles bairros que estão estruturados, no Casa verde e Amarela essa condição permanece”, contou.

Vale lembrar que, em 2016, houve uma prorrogação por dois anos para a inclusão dos financiamentos em casas localizadas em ruas não asfaltadas. Comodidade, valorização dos bairros e área de lazer, estes são alguns dos principais pontos levados em conta na hora de adquirir uma casa própria, foi o que informou João Araújo Filho, presidente do Sindimóveis-MS (Sindicato dos Corretores de Imóveis de MS).

Confira a notícia completa aqui, em nossa versão digital

(Texto: Michelly Perez)

Veja também

Intenção de consumo reage pela 1ª vez após pandemia em CG

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) de Campo Grande aumentou pela primeira vez depois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *