30 outubro 2020, 0:47
Foto: Divulgação

Saiba como lidar com planos frustrados durante a pandemia do novo coronavírus

Cultivar emoções positivas, pode transformar e trazer à tona o melhor das pessoas

O choque da pandemia abalou muito o nosso equilíbrio emocional. De uma hora para outra tivemos que mudar nossa rotina e uma profusão de emoções tomou conta de nós. Consequentemente, nossos planos foram por água abaixo. Tivemos que nos reinventar e mudar o formato de estudar, trabalhar e, o que é pior, a forma de nos relacionar e conviver com as pessoas.

De acordo com a professora de psicologia da Uniderp, Monica Wanderley, cultivar emoções positivas, pode transformar e trazer à tona o melhor de cada um de nós. “Elas ampliam os limites da nossa consciência, aumentam o repertório de recursos e facilitam o desenvolvimento de habilidades que precisamos para lidar com o ambiente que em que estamos inseridos. Isso também atua no nosso bem-estar”, revela a especialista. 

A psicóloga afirma que a positividade deixa as pessoas mais forte e revela de que maneira é possível buscarmos a confiança. “Uma das formas que podemos acessar essas emoções positivas é através da nossa memória, em momentos de alegria, gratidão, contentamento, diversão, esperança, interesse, inspiração, amor, prazer, entre outras”, expõe.   

A frustração está relacionada à não realização de algo que foi proposto, ao sentimento de incapacidade. É um estado emocional ligado às expectativas. “Esse estado emocional pode desencadear outras emoções como o medo, a tristeza e a raiva. A liberação de hormônios como cortisol, noradrenalina e adrenalina pode afetar também nosso sistema imunológico”, explica a psicóloga. 

É preciso ter esperança sempre!

Monica comenta que através de pesquisas chegou-se à conclusão que a esperança contribui para manter os estados fisiológicos saudáveis durante estresse quando passamos por uma perda significativa. Em pacientes com depressão, encontrou-se uma relação entre a esperança e os linfócitos B, componente essencial do sistema imunológico. 

“A esperança eleva a competência imunológica do organismo e o bem-estar. Pessoas com alto nível de esperança tendem a ver situações de estresse como desafiadoras em vez de ameaçadoras, o que ajuda a reduzir o estresse. É um fator de proteção contra a ansiedade, pessoas são mais proativas em situações de insegurança e incertezas e são capazes de se manterem motivadas para superar obstáculos. É um processo cognitivo de natureza motivacional direcionado para alcançar objetivos, ela reflete a capacidade de definir os objetivos, de encontrar caminhos e de ter senso de iniciativas”, evidência. 

Vivemos em um mundo onde somos sempre cobrados a ter sucesso em todas as áreas da vida, dentro de um padrão imposto pela sociedade. “Muitas vezes, não conseguimos administrar pensamentos e emoções podendo acarretar sintomas depressivos e doenças preexistentes”, conclui Monica.

Dicas para conseguir lidar com a frustração:

Investir em autoconhecimento;

Não se cobrar tanto, não exigir tanto delas mesmas;

Exercitar a empatia;

Exercitar a resiliência e a flexibilidade;

Encarar a frustração como oportunidade de aprendizado e de mudança;

Pensar que sempre é possível pedir ajuda;

Cultivar emoções positivas, como por exemplo, a esperança.

(Bruna Marques)

Veja também

Praça Ary Coelho é reaberta à população com limite de pessoas

Após sete meses fechada, a Praça Ary Coelho, principal praça de Campo Grande, teve os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *