29 outubro 2020, 21:20
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

União terá que pagar R$ 50 mil por fala de Weintraub

A união foi condenada a pagar R$50 mil a título de indenização por danos morais à sociedade em razão de declarações do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub. A decisão foi determinada pela juíza federal Silvia Figueiredo Marques, da 26ª Vara Cível Federal de São Paulo, em ação movida pela União Nacional dos Estudantes (UNE).

Em entrevista à TV Jornal da Cidade Online, em novembro do ano passado, o então titular do MEC disse que – há faculdades de química desenvolvendo laboratórios de droga sintética, de metanfetamina porque, como a legislação determina,  a polícia não pode entrar nos campi – “Você tem plantações extensivas de maconha em algumas universidades. A ponto de ter borrifador de agrotóxico”, afirmou o ex-ministro.

“Quando fez as afirmações apontadas, o fez na figura de ministro da Educação. Não foi um comentário de um qualquer do povo. Foi o ministro da Educação falando dos estudantes”, destacou a magistrada.

Em sua decisão, proferida na quinta, 30, Silvia também lembrou que, por diversas vezes, o ex-ministro fez afirmações, sem provas, para prejudicar a imagem dos estudantes.

“É fato notório, não necessitando, pois, de prova, o viés ideológico do ex-ministro. Aliás, tanto ele fez e falou que terminou por deixar o ministério. Sendo que ainda se apura se o uso do passaporte diplomático por ele, imediatamente à saída do cargo para adentrar os Estados Unidos, foi regular”, escreveu.

(Texto: Jéssica Vitória com informações do Notícias ao Minuto)

Veja também

Salles rebate Maia pelo Twitter: “Nhonho”

Após entrar em rota de colisão com o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *