19 janeiro 2021, 21:18
Crédito: Imagem ilustrativa

Com poucos motoristas, cresce demanda de transportadoras

O transporte rodoviário de cargas em Campo Grande contabiliza bons resultados mesmo com a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Segundo Roberto Sinai, do Sindicam (Sindicato dos Caminhoneiros de Mato Grosso do Sul), o setor vivencia um momento de alta demanda de serviços e sofre com a falta de um número maior de profissionais capacitados para transportar as mercadorias por todo o país.

Em contrapartida, itens alimentícios e produtos destinados para a construção civil lideram a lista dos produtos mais transportados na atualidade. Roberto Sinai reforçou que a pandemia provocou um aumento nas compras on-line, o que possibilitou que os serviços de transporte de cargas tivessem um impulsionamento
mesmo durante a crise.

Confira a Notícia completa aqui, em nossa versão digital

(Texto: Michelly Perez/ publicado no site por Karine Alencar)

Veja também

Procon municipal encontra variação de até 32% no preço do gás de cozinha

Entre os dias 11 a 15 de janeiro, o Procon Campo Grande realizou pesquisa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *