5 agosto 2020, 20:41
Crédito:Reprodução Internet

Cuidados com a pele nos dias frios

Praticantes de atividades ao ar livre, como corredores e ciclistas, precisam tomar precauções extras com a chegada do inverno

A chegada do inverno, que começou oficialmente no Brasil no dia 20, e das frentes frias que se aproximam, despertam dúvidas sobre os cuidados corretos com a pele e a saúde nesse período. Os adeptos as atividades físicas ao ar livre, como corredores e ciclistas, precisam de atenção redobrada com as baixas temperaturas.

De acordo com médica dermatologista, Cristina Katayama, parceira da corrida Bonito 21K, no inverno, as quedas de temperatura e a baixa umidade do ar diminuem a produção da oleosidade natural da pele, que tende a ressecar e ficar com aspecto esbranquiçado e sem viço. Lábios, calcanhares e pernas precisam de uma atenção maior. Portanto a hidratação, tanto interna, com a ingestão da quantidade correta de água, como externa, com cremes e produtos específicos, é essencial.

“Lip balms para os lábios são úteis para todos os horários, e hidratante corporais com maior poder de hidratação também ajudam muito. É importante não abusar de banhos extremamente quentes, usar umidificador de ambiente quando possível e hidratar o rosto com um produto específico para seu tipo de pele”, exemplifica a dermatologista.

Além de roupas para aquecer, a máscara de proteção individual se tornou item obrigatório, aliada ao protetor solar com fator 30 ou superior. Mesmo em dias nublados e sem sol, ele é muito importante para a proteção da pele contra os raios UVA e UVB. “Oriento que o protetor solar seja passado ao acordar, independente do clima ou da presença ou não de raios solares, pois queimadura pode ocorrer até com mormaço. A concentração de UVB é maior entre 10 e 16 horas, mas durante o dia todo temos emissão de raios UVA, cujo comprimento de onda atinge a profundidade da pele”, completa a médica.

Dicas que devem ser seguidas por corredores e demais atletas

Lavar o rosto e as narinas com um pano úmido para facilitar a respiração;

Utilizar cremes reparadores em orifícios nasais, lábios, ao redor da boca e na região das bochechas;

Acessórios que fazem proteção física também são bem-vindos, como viseiras, óculos de sol, bonés e roupas mais fechadas.

(Texto:Bruna Marques)

Veja também

Isolamento social cai pelo segundo dia consecutivo no Estado

A taxa de isolamento social do Mato Grosso do Sul caiu pelo segundo dia consecutivo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *