1 dezembro 2020, 2:15
Reprodução/Portal MS

Nioaque inicia obras para ampliação da unidade mista de saúde

O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende e o secretário de Governo Eduardo Riedel participam na tarde desta terça-feira (30), junto com o prefeito Valdir Júnior, da assinatura da ordem de serviço da reforma e ampliação da Unidade Mista de Saúde Aroldo Lima Couto, de Nioaque.

Nessas melhorias, o governo do Estado vai investir R$ 666.873,30 e o Município, mais R$ 35.098,51, totalizando R$ 701.971,89. O convênio foi assinado em abril entre o secretário Geraldo Resende, o prefeito de Nioaque Valdir Júnior e a secretária municipal de Saúde Sandra Maria Calonga, no gabinete da (SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Com os recursos estaduais e municipais, será executada uma reforma de 871,54 metros quadrados e construída uma área de 176,42 metros quadrados. O prazo para execução será de oito meses. A reforma e ampliação da Unidade Mista é considerada uma medida imprescindível dentro da proposta de regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul.

Para o prefeito Valdir Júnior, com a reforma e ampliação da unidade mista, os pacientes terão um atendimento de melhor qualidade, e os funcionários, condições de trabalho mais adequadas.

Obras

O projeto prevê, no prédio, obras de demolição e retirada da calçada existente e construção de nova calçada; retirada e troca de luminárias e do forro de PVC existentes na entrada do prédio; além da retirada e troca da fiação. Na área interna, haverá demolição, retirada e troca de pisos, luminárias, revestimentos, bancadas, instalações hidrossanitárias, elétricas e hidráulicas, bem como revisão em coberturas, calhas, rufos e outras providências.

As reformas vão melhorar as instalações de todos os setores do hospital, envolvendo laboratório, consultório, posto de enfermagem, observação infantil, observação masculina, sala de roupas limpas, sala de esterilização, lavanderia, lavanderia, sala de emergência, cozinha, sala de paramentação, sala de parto, copa, sala de utilidades, entre outras.

(Texto: João Fernandes com assessoria)

Veja também

Aplicativo finlandês para alfabetização chega ao Brasil com aval do MEC

Em uso em mais de 30 países, ferramenta pode ser usada gratuitamente e offline Já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *