13 julho 2020, 13:52
Crédito: Samara Henning

Farmacêutica busca melhoria em qualidade de vida do campo-grandense

Márcia Saldanha deseja representar o seu segmento e ajudar em maturidade do debate legislativo

Representante de Mato Grosso do Sul no Conselho Federal de Farmácia, Marcia Saldanha, 45, esta na sua primeira pré-candidatura, com o peso de representar uma categoria e atender a própria exigência de ajudar a elevar o nível do debate da política em Campo Grande. Principalmente no que diz respeito a discussões sobre saúde pública e qualidade de vida das pessoas.

“É um desafio que chega em uma hora que possuo condição de contribuir e não se trata de um objetivo só meu. Os farmacêuticos ainda não elegeram uma cadeira na Câmara Municipal e se conseguirmos isso será pelo bem da nossa cidade. Além alcançar e valorizar a nossa representatividade, contribuir para que tudo avance na Capital do nosso estado tem muito valor. Sem contar a honra que seria de ajudar também na ampliação do espaço feminino na política”, diz Marcia.

A favor de uma política equilibrada e voltada para soluções, ela conta que a ida para uma eventual disputa de espaços na vida pública é com o objetivo de fazer a diferença. “Acho que as coisas estão mudando. Provavelmente antes eu não aceitaria esse convite, e hoje fiz questão de assumir o desafio, porque acredito nessa transformação. Algo que passa pelas eleições e pela capacidade dos mandatos de se realizar mais”, diz.

(Texto: Danilo Galvão)

Veja também: Empresária luta por mais espaço feminino na Câmara

Veja também

Pastor Clodoílson pretende ampliar ações sociais

Pastor há 28 anos, Clodoílson dos Santos Pires, 54 anos, trabalha na orientação e assistência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *