10 julho 2020, 10:02
Crédito: Rafael Neddermeyer

Mesmo com socorro, prefeitos falam em rombo de R$ 37,3 bi

Conta feita pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), analisa que os municípios com mais de 100 mil habitantes devem ter rombo de R$ 37,3 bilhões devido à crise causada pelo coronavírus, mesmo com auxílio emergencial sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os prefeitos estimam que a queda de receita desses municípios será de R$ 23 bilhões em 2020 na comparação com 2019. A conta já inclui os R$ 13 bilhões que esses municípios devem receber do socorro, segundo a FNP.

Do lado das despesas, os prefeitos aguardam aumento de R$ 14,3 bilhões. As principais altas seriam nas despesas de saúde e transportes.

O socorro aos Estados e municípios transfere R$ 60 bilhões da União, sendo R$ 23 bilhões para municípios de todos os tamanhos. Além disso, há 1 montante estimado em R$ 65 bilhões em dívidas adiadas.

(Texto: Inez Nazira com informações do Poder 360)

Veja também

WhatsApp barra contas do PT por disparos em massa

O PT teve nove de suas contas no WhatsApp desativadas nas duas últimas semanas por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *