20 setembro 2020, 18:59

Pré-candidata a vereadora mira projetos para bairros da Capital

A pré-candidata a vereadora pelo Partido Progressista (PP), Solange Nunes decidiu ingressar na política com o intuito de auxiliar a população e contribuir com um governo mais honesto. Nesta segunda-feira (25), durante entrevista ao O Estado Online, ela contou os principais projetos ambicionados para a possível gestão.

Com uma visão voltada para os bairros da Capital, a pré-candidata discorre sobre as propostas que visam contemplar algumas regiões do município que segundo ela estão “abandonados”. Dentre as adversidades observadas, cita a precarização nas estruturas de alguns locais, além das dificuldades impostas aos moradores.

“Temos problemas com bairros que quando chove ficam intransitáveis, são buracos, enxurradas que descem nas ruas e muitas vezes as pessoas têm dificuldades de chegarem aos pontos de ônibus devido ao barro e a água empoçada”, expõe. Riviera Parque, Rancho Alegre 1, 2, 3 e 4, Aquarius, São Conrado e Noroeste são alguns dos bairros mencionados que sofrem com essas complicações. A solução  que ela pretende proporcionar é a realização do cascalhamento e o asfalto nesses lugares.

Com a finalidade de possibilitar uma alimentação mais saudável e acessível para a população, Solange Nunes intenciona desenvolver uma horta comunitária. O alimento seria cultivado pelos moradores, colhidos e consumidos por eles. “É um projeto simples e fácil de se fazer e fica até mais interessante quando você próprio cuida daquilo que iŕa comer porque dali será tirado algo saudável e sem agrotóxico”, diz.

Segundo ela, as pessoas de baixa renda, no entanto, não seriam as únicas beneficiadas no projeto.  “A horta também vai estar beneficiando as creches, as casas de idosos e até mesmo uma escola”, explica.

No âmbito de cuidado aos idosos, destaca uma proposta que objetiva garantir um espaço para esse grupo frequentar enquanto seus responsáveis trabalham. “Esse projeto não chega a ser um asilo e sim uma creche para o idoso. É um local onde o filho pode deixar seu pai ou sua mãe e ir trabalhar tranquilo sabendo que os pais serão bem cuidados por pessoas especializadas. Deveremos ter um ponto em um bairro onde seria viável para todos terem uma forma de se locomoverem e chegarem”, comenta

Conforme a pré-candidata, todas as propostas devem ser concretizadas. “É interessante trazer para a realidade porque de projeto no papel já está cheio”, ressalta.

(Texto: Jéssica Vitória)

Veja também

Prefeito terá 13 candidaturas para tentar bater reeleição

Até o momento, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) tem 13 adversários oficiais que disputam a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *