29 maio 2020, 6:54
Crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Governo vê déficit primário recorde de R$540,5 bi em 2020

A estimativa para o déficit primário do governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) em 2020 é de R$ 540,534 bilhões, o que representa um rombo recorde para o país, em meio aos impactos na economia causado pelo coronavírus (covid-19). O Ministério da Economia atualizou a informação nesta sexta-feira (22).

O governo não precisará cumprir neste ano a meta de déficit primário, de R$ 124,1 bilhões, devido ao estado de calamidade pública.

No relatório do primeiro bimestre, o cálculo ainda era de um déficit primário de R$ 161,624 bilhões para o governo central este ano.

Referente ao segundo bimestre, na divulgação do seu relatório de receitas e despesas, o governo elevou as despesas primárias calculadas para o ano em R$ 267,663 bilhões, a R$ 1,753 trilhão.

Para a receita líquida, a conta foi diminuída em R$ 111,247 bilhões, a R$ 1,213 trilhão.

Os cálculos levaram em conta uma contração do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,7% este ano, que já havia sido divulgada mais cedo neste mês pela Secretaria de Política Econômica.

 (Texto: Izabela Cavalcanti com informações da Reuters)

Veja também

BNDES pode garantir investimentos no abastecimento de água em MS

Pela primeira vez em sua história, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *