6 junho 2020, 3:56
Crédito: Filipe Gonçalves

Jornalista Richard Lima deixa legado de competência e profissionalismo

Richard recebe homenagens na internet

Um jovem cativante, sorridente e com muito amor pela profissão. Assim Richard Lima será lembrado eternamente por seus colegas do Jornal O Estado e em outros locais onde trabalhou. Natural de Varginha-MG, veio para Mato Grosso do Sul para se formar jornalista, e teve no Jornal O Estado o seu primeiro estágio.

Em sua jornada de três anos na TV do jornal, ele apresentou um dos primeiros podcasts de Mato Grosso do Sul, chamado “Mundo Negro”, iniciativa na qual levantou debate sobre luta conta o racismo e valorização de talentos. Também era apresentador do programa “Reduto”, tendo entrevistado importantes políticos da Capital, com um jornalismo humano e inovador.

Richard deixa um legado de competência e aos 25 anos estava fazendo uma das coisas que mais gostava: levando informação com a verdade que transcendia em seu olhar.

No Jornal O Estado, lugar em que ele fez a diferença, na página oficial da empresa no Facebook, veiculou-se homenagens feitas ao jornalista em diversos perfis. Na edição do impresso, essa linda trajetória também será lembrada, bem como em um material da TV O Estado. Para a empresa, ele fica como alguém muito além de uma memória, mas também como um exemplo de amor pela comunicação.

Veja também

Campo Grande é a Capital com menos óbitos e casos de covid no Brasil

Entre todas as capitais brasileiras, Campo Grande é a cidade que possui menos casos confirmados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *