22 janeiro 2021, 5:10
Crédito: Divulgação

Remédio contra carrapato combate coronavírus

Um remédio usado no tratamento de animais com carrapatos, piolhos e outros parasitas, pode ser uma das opções para por o fim no progresso do novo coronavírus. O teste in vitro registrou a morte do vírus em 48 horas. A ideia é fruto de uma pesquisa realizada pela Universidade de Melbourne e do Hospital Royal Melbourne.

“Nos casos como este, de uma nova epidemia, é muito difícil criarmos uma droga inteiramente nova”, explica Fernando Bozza, infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Uma das estratégias que usamos no mundo todo e tentar reposicionar alguma outra droga já conhecida. Ou seja, testar sua eficácia na nova doença”, comenta.

Apesar de ser comumente usada para tratar os parasitas, a ivermectina já foi testada também contra dengue, zika e H1N1. “Nós descobrimos que uma única dose consegue, essencialmente, remover todo o RNA viral (da covid-19) em 48 horas. Em 24 horas já há uma redução significativa”, explicou Kylie Wagstaff, principal autora do estudo.

A especialista ressaltou, no entanto, que o estudo foi feito in vitro, com células e testes em seres humanos ainda são necessários. “A ivermectina é um remédio muito usado e considerado seguro”, disse. “Mas precisamos descobrir agora que dosagem seria mais eficaz em humanos. Este é o nosso próximo passo”, completa.

(Texto: Karine Alencar com a Agro Link)

Veja também

Governo lança novo vídeo da campanha de vacinação contra Covid-19

A versão final de mais um vídeo da campanha publicitária para incentivar a vacinação contra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *