21 setembro 2020, 4:58
Foto: Yuri Cortez / AFP

Guaidó é atacado ao retornar à Venezuela

O opositor do governo de Nicolás Maduro e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó foi atacado por uma multidão de chavistas no aeroporto internacional Simon Bolívar, na Venezuela.

De acordo com informações da Gazeta do Povo, cerca de 200 pessoas socaram e atingiram Guaidó com diversos objetos. Também foram alvos de agressão a mulher do político, Fabiana Rosales, além de diversos deputados da oposição que foram recebê-lo.

“Guaidó, fascista pró-imperialista” e “fora, direita, a pátria se respeita”, gritavam os simpatizantes de Nicolás Maduro”.

Vários jornalistas também foram agredidos e assaltados pelos chavistas em frente de dezenas de agentes da Polícia Nacional Bolivariana e da Guarda Nacional Bolivariana, que não impediram o tumulto.

A presidência interina da Venezuela também informou o desaparecimento do tio de Guaidó, Juan José Márquez, que o acompanhou na viagem pela Europa e Estados Unidos. “Responsabilizamos Nicolás Maduro e Franco Quintero, diretor de segurança do Aeroporto Internacional de Maiquetía, por sua integridade física”, disse a comunicação da presidência de Guaidó pelo Twitter”.

(Texto: Jéssica Vitória com informações da Gazeta do Povo)

Veja também

Último domingo de inverno promete pancadas de chuvas

A previsão do tempo para este domingo (20) indica céu parcialmente nublado a nublado em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *