30 setembro 2020, 11:53
Reprodução/Estadão Conteúdo

Moro autoriza Força Nacional em MS após conflito por terras

O ministério da Justiça autorizou pela edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial da União, o envio da FNSP (Força Nacional de Segurança Pública) em Dourados e Caarapó, após pedido da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), para apoio à prevenção de conflitos por terra na região.

De acordo com a portaria, as atividades e serviços serão disponibilizados para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, com ênfase no policiamento ostensivo para prevenção de conflitos agrários por questões fundiárias.

Assinada pelo ministro Sergio Moro, o efetivo permanecerá nos municípios sul-mato-grossenses por seis meses. Segundo a publicação, a Força Nacional receberá apoio logístico da Sejusp.

Entenda o caso: No decorrer de 2019, a relação entre latifundiários e indígenas foram tensas. Porém, no dia 3 de janeiro de 2020, houve um conflito após indígenas da aldeia Bororó invadirem uma fazenda em Dourados.

No confronto, os índios atearam fogo na pastagem da propriedade e trocaram tiros com os seguranças da propriedade. Cerca de três índios e um segurança ficaram feridos e encaminhados para o hospital da Vida no município.

(Texto: João Fernandes)

Veja também

Em julho faltou trabalho para 32,892 milhões de pessoas

Cerca de 32,892 milhões de pessoas em todo Brasil ficaram sem emprego até o trimestre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *