29 janeiro 2020, 0:40
Foto: Reprodução/Internet

Cantor sertanejo Victor é condenado por agredir ex-mulher

Na época, Poliana estava grávida de dois meses do segundo filho do então casal

O cantor Victor Chaves, que fazia dupla com Léo, foi condenado em primeira instância na acusação de agressão contra a ex-mulher, a empresária Poliana Bagatini, em fevereiro de 2017. Na época, ela estava grávida de dois meses do segundo filho do então casal.

O cantor recorreu da decisão na última quinta-feira, 9, e o caso foi enviado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). A pena, fixada no dia 29 de novembro do ano passado, foi de 18 dias de prisão em regime aberto, mais o pagamento de R$ 20 mil à vítima como “indenização em decorrência dos danos morais causados”.

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Victor se tornou réu em 2017, depois de ser indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais. Em nota enviada pela defesa, Victor afirmou que “desde o início deste processo, arquei com os ônus de manter silêncio para preservar minha família. Diante disso, prefiro nada comentar”.

Em fevereiro do ano passado, o cantor debochou de acusação de agressão um vídeo em seu canal do YouTube, em que aparece entrevistando a si mesmo e ironizando as notícias que saíram na mídia sobre sua vida.

(Texto: Lyanny Yrigoyen com informações Catraca Livre)

Veja também

Luisa Sonza e Whindersson passam por crise, diz colunista

Luisa Sonza e Whindersson Nunes vivem uma crise no casamento de quase dois anos. “Eles …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *