26 janeiro 2021, 11:46
Reprodução/Twitter

Reinaldo fica entre governadores que mais cumprem promessas

O governador Reinaldo Azambuja figura na lista dos gestores que mais cumprem promessas no Brasil, de acordo com levantamento realizado pelo Portal de notícias G1. Chamado de ”As promessas dos políticos”, o levantamento é feito em todo o País e considera compromissos assumidos durante a campanha eleitoral de 2018.

Ao encerrar em 2019 o primeiro ano do segundo mandato como governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja conseguiu cumprir sete dos 24 compromissos assumidos – o equivalente a 29,16% das promessas. A média do sul-mato-grossense garantiu a ele a 4ª posição no ranking dos governantes que cumprem com a palavra dada aos eleitores.

Reinaldo Azambuja ficou atrás apenas dos gestores do Espírito Santo, Renato Casagrande (44,1%); Amazonas, Wilson Lima (43,9%); e Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (30,7%); e manteve a frente dos governantes do Ceará, Camilo Santana (26,3%); Sergipe, Belivaldo Chagas (25,9%); Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (23,5%); e São Paulo (22,9%), João Dória.

Entre as promessas cumpridas pelo gestor de Mato Grosso do Sul estão a execução da reforma administrativa, que diminuiu de 10 para nove as secretarias estaduais; o crescimento do emprego formal – foram 19.181 novas contratações de janeiro a novembro de 2019, conforme o Caged; e a ampliação do número de escolas em tempo integral, que chegará a 42 em 2020.

Outras seis promessas foram executadas em parte – entre elas a implantação de novas unidades do Fácil; a ampliação da estrutura portuária de MS e o uso da hidrovia do Rio Paraguai (em andamento em Porto Murtinho); e a criação de 947 leitos hospitalares (até o final de 2020 a meta é entregar 648). A análise classifica as promessas nas categorias: ”cumpriu”, ”em parte”, ”não cumpriu ainda” e ”não avaliada”. (Da Redação com Assessoria)

Veja também

Confiança do consumidor cai pelo quarto mês consecutivo

O Índice de Confiança do Consumidor, da Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 2,7 pontos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *